FANDOM


Cloths

Armaduras de bronze (Andrômeda), prata (Lira) e ouro (Capricórnio), respectivamente.

Armaduras de Atena (アテナのクロス Atena no Kurosu?, do inglês: "Cloth"), também chamadas de "Armaduras Sagradas", são vestimentas vivas trajadas pelos Cavaleiros de Atena, criadas por pedido da deusa após o massacre de suas tropas nas mãos de Poseidon. Para se usar uma armadura, o cavaleiro deve elevar seu cosmo; caso contrário, a armadura será peso morto. No total, existem 88 armaduras de Atena, todas protegidas por uma constelação. Atena também tem uma armadura, mas, como todos os deuses vestem uma armadura divina, e não uma comum, ela não está incluída.

Existem oficialmente 3 classes de armaduras de Atena (Bronze, Prata e Ouro); Foram o segundo tipo de armaduras a serem forjadas sendo que as dos Marinas que servem Poseidon foram as primeiras a serem construídas. Outra classe, criada para o anime clássico, seria as armaduras "sem classe conhecida" (chamadas de "memorial", usadas por cavaleiros apelidados de "sonotas" pelos fãs), que não seriam de prata, bronze ou ouro; isso gerou uma dúvida entre fãs, que atribuíram constelações pra essas armaduras de maneira errônea. A armadura divina, usada por Atena, não tem classe definida; outras armaduras podem adquirir essa forma divina, sendo banhadas no sangue da deusa, mas a sua classe continua a mesma. O anime, inspirado na nomenclatura de classe, que usava metais (ouro, prata e bronze), criou as armaduras de aço, que seriam um pedido da Bandai pra criar novos guerreiros e mudar o anime, a fim de vender mais bonecos de ação.

Entende-se que existam em torno de 88 armaduras de Atena (o mesmo número de constelações modernas, com cada armadura representando uma constelação), sendo 12 Armaduras de Ouro (constelações zodiacais), 24 Armaduras de Prata (constelações austrais) e 48 Armaduras de Bronze (constelações boreais). Este número porém é simbólico, pois existem armaduras baseadas em constelações extintas, não-gregas e mesmo nebulosas, além da 13ª armadura de ouro (atualmente rebaixada a prata); além disso, existem armaduras de prata criadas exclusivamente pro anime clássico. As 4 armaduras restantes não possuem uma classificação específica, sendo consideradas armaduras especiais para os cavaleiros.

Cada spin-off mostra armaduras nunca antes vistas no cânone da obra de Masami Kurumada, e classifica elas como bronze, prata ou ouro; mas, não se deve levar em consideração, spin-offs. Lembrando que os elmos e ombreiras usadas pelo grande mestre e soldados, não contam nessa lista; elas são armaduras da vida real que podem ser construídas por humanos comuns, e não "clothes" (nome dado as armaduras de Atena na dublagem original).

Consciência

ClothCrying

A Armadura de Gêmeos derrama lágrimas de descontamento.

ClothLeaves

A Armadura de Gêmeos deixa o corpo de Saga.

O comportamento das Armaduras de Câncer e Gêmeos na Batalha das Doze Casas sugere que cada Armadura possui seu próprio conceito de "moral". Estas Armaduras abandonaram seus usuários durante o combate, mostrando desaprovação por suas atitudes. A maioria das Armaduras luta pelo conceito de justiça de seu Cavaleiro, somente fornecendo apoio se este confiar em sua própria moral.

Mesmo a Armadura de Câncer, que até então havia mostrado tolerância com as "casualidades" durante as missões de Máscara da Morte (inúmeros homens, mulheres e crianças inocentes), não conteve seu descontentamento com a traição do cavaleiro de ouro, abandonando seu corpo e causando sua derrota nas mãos de Shiryu de Dragão.

Quanto à Armadura de Gêmeos, é bem possível que (assim como seus Cavaleiros) possua uma forma de "dupla personalidade", pois a Armadura ajudou Saga na maior parte de seu plano para governar a Terra, somente o abandonando para que os lados "bom" e "mau" do Cavaleiro pudessem batalhar pelo direito de trajá-la. Esta confusão psicológica foi causada pelo extremo descontentamento da "face boa" da Armadura (que chegou a gerar lágrimas) com a decisão de Saga de atacar Atena.

Ausência e aceitação

Seiya vs shiryu no clotth

Seiya e Shiryu usam golpes referentes a sua constelação, sem armaduras.

Sabemos que a ausência de uma armadura não interfere na força do cavaleiro, mas sim, apenas na resistência; isso é devido ao fato de que a constelação é quem escolhe o cavaleiro, e por isso, antes mesmo de conseguir sua armadura, o cavaleiro pode desenvolver golpes referente a sua constelação, como Seiya, na luta contra Cássius; isso também faz com que, mesmo a armadura sendo destruída, o cavaleiro ainda pode representar a constelação e, a armadura sem cavaleiro pode ter contato com sua alma; isso mostra que ambos (cavaleiro e armadura) são representantes de sua constelação, e que Técnicas Secretas não dependem da armadura.

Isso também indica que uma armadura pode ter 2 usuários; no caso de Libra, Shiryu a vestia enquanto Dohko ainda era vivo e, mais tarde, Dohko a veste na luta contra Shion; além disso, o mesmo cavaleiro pode vestir duas armaduras. Tudo indica que armaduras de prata e bronze também possam ser usadas por 2 pessoas diferentes; no caso de Saint Seiya Ômega, Ryuho estava disposto a entregar a armadura de Dragão ao seu pai para ele a usar novamente; apesar da série ser um spin-off, Masami Kurumada supervisionou a mesma em alguns momentos e nunca desmentiu este fato. Seiya usa ao longo da série, duas armaduras diferentes: a de Pégaso e a de Sagitário. A série em si nunca deixou claro, mas, além do signo zodiacal, podemos dizer que um cavaleiro é protegido por mais de uma constelação, logo, pode usar mais de uma armadura, desde que seja de uma das constelações que o protege.

Durante a série a única vez que foi visto um cavaleiro vestir uma armadura em seu formato verdadeiro e reconhecendo o cavaleiro como seu mestre sem ele ser do seu signo, foi no final da luta de Shiryu contra Shura; o cavaleiro de Ouro ordenou que sua armadura protegesse o cavaleiro de Bronze até que ele voltasse ao santuário vivo, passando ao mesmo tempo a excalibur para ele. O fato de o cavaleiro de pégaso só poder ser do signo de sagitário, se deve a esse ser o Signo de Masami Kurumada e ele querer destaque para o seu signo (vemos pelo papel de Aioros na história, que isso é verdade). Como duas pessoas gêmeas nasceram no mesmo dia, possuem o mesmo signo, e podem um dia vestir a mesma armadura de ouro, pois são protegidos pela mesma constelação (caso de Hakurei e Sage ou Saga e Kanon, ou Shoko e Kyoko). Ou seja, tudo foi baseado na astrologia (cada signo protege alguém que nasce sobre as suas estrelas).

Se a armadura não aceita seu dono, ela pode o abandonar, ou ficar pesada pra ele, mas a constelação ainda o protege pois ele é de seu signo; somente quem é escolhido por ela pode usá-la corretamente e dominá-la. Não se sabe se a caixa de pandora (local onde é guardada a armadura), pode ser aberta por alguém que a armadura não aceite, sendo que Ikki retirou a armadura de sagitário facilmente de sua caixa, mas ela não o aceitou como mestre. A armadura só aceita ser vestida pela primeira vez se o escolhido for digno dela ou cumprir os requisitos necessários (caso do Ikki, que desenvolveu um grande ódio para vestir a de Fênix). Ao aceitar, o cavaleiro supera o peso dela (que é enorme, devido ao seu material) e se torna um só com ela. Caso este estiver morto, ela deixa o corpo de quem a recebeu e espera por um novo sucessor.

A relação com técnicas especiais

Shun - Teia de Aranha de Andrômeda

A corrente de andrômeda produz técnicas especiais.

Shura salva Shiryu

Shiryu veste a armadura de ouro de capricórnio.

Se um cavaleiro de bronze vestir uma armadura de Ouro ou Prata, ele não herda as técnicas relacionadas a constelação; eles devem aprender, podendo até aprender técnicas de outra constelação, que não seja a dele; caso o contrário, mantém os mesmos golpes; Shiryu herdou a Excalibur de Shura pois ele a presenciou, e Shura a passou para ele (mesmo assim, demorou para a usar perfeitamente). Provas de que um cavaleiro não desenvolve habilidades ao vestir uma armadura, é o caso de Ikki, que vestiu a armadura de Leão mas nunca usou golpes relacionas á constelação; tecnicamente, ele não chegou a vestir a de Sagitário pois, além da armadura estar fora da sua forma original, o seu signo é de Leão; a armadura não o aceitou e ela saiu do seu corpo no momento do ataque do Seiya, prova disso é o fato de Ikki nunca mais a vestiu e, mais tarde, ela escolheu Seiya como seu portador.

Entretanto, um cavaleiro pode aprender golpes relacionados a outra constelação e nem conseguir aprender todos os golpes relacionados a esta constelação. Shiryu, cavaleiro do signo de Libra, herdou a Excalibur; Afrodite tem golpes diferentes dos de Amor, o que indica que ou nem todos os golpes de peixes foram usados ou Amor não usava golpes relacionados a Peixes (os cavaleiros de peixes normalmente usam golpes relacionados a rosas). No entanto, se o antecessor morrer antes do sucessor, fazer o ritual de troca de sangue (ritual realizado para dar imunidade ao veneno das rosas ao sucessor; caso ele não resista, morre), o sucessor deverá usar golpes diferentes ou parecidos e num futuro próximo, poderá aparecer um novo cavaleiro de Peixes que use rosas.

Somente partes das armaduras (como o escudo ou armas) não trocam quase nunca as suas habilidades e podem ser usadas por cavaleiros de outra constelação, caso esse seja o desejo da armadura portadora original dessa parte; foi o que ocorreu com Seiya, usando as correntes de Andrômeda e o escudo do Dragão, sendo que seus cavaleiros estavam inconscientes. Pequenas partes do poder de um cavaleiro também podem ser emprestados a outro cavaleiros caso a armadura assim deseje (por exemplo, Seiya usando o Pó de Diamante sendo que nunca treinou essa técnica).

Localização

A maioria das armaduras estão no santuário, mas existem algumas fora do local, ao redor do mundo; pra conseguir uma armadura no Santuário (local aonde a maioria treina para se tornar cavaleiro) é preciso passar por um treinamento duro e uma batalha. Levar uma armadura do santuário é muito mal visto por alguns, caso o portador seja estrangeiro.

No caso da armadura estar em outro lugar, um cavaleiro deve a proteger e só dar a uma pessoa que merece e foi buscar ela após um teste; se correr uma guerra, o cavaleiro deve voltar ao Santuário se o mestre chamar, pra proteger a Atena que habita lá.

Partes

Pegasus Anime V1

Armadura de Pégaso, com asas, elmo, cinturão, pernas e braços.

Toda a armadura é dividida em partes que variam em quantidade e localização de armadura pra armadura, como se fosse um quebra cabeça. A armadura geralmente possui duas formas: original (ou em repouso; possui sua forma equivalente a algo que representa a constelação) e montada (está com partes equivalentes ao esquema que fica ao ser posta no corpo do cavaleiro, geralmente ficando assim ao ser vestida); quando Saga usou sua armadura na ilusão da Casa de Gêmeos, a sua armadura ficou montada, mas sem cavaleiro dentro; outro exemplo, é quando a armadura representa a alma de um cavaleiro; algumas partes da forma original são meramente ilustrativas, feita só pra deixar similar a quem ela representa (como máscaras na armadura de virgem, que serve pra mostrar o rosto de um humano, a "virgem"). A armadura de Atena tem a sua forma em repouso em forma de uma estatueta (e quando está "sem vida", fica na sua forma de Estátua), e a montada é igual a dos outros cavaleiros.
MISTY SE ORGULHA DE NÃO CONHECER A DOR

Misty de Lagarto, é um dos poucos cavaleiros de prata que usa capa.


A forma original se fragmenta para se montar ou para ser vestida. Quando o cavaleiro morre, a armadura se fragmenta e volta ao repouso. A capa é usada por muitos cavaleiros de patente maior que bronze, mas não é parte da armadura.

Uma parte da armadura pode ser invocada e usada sem que ela seja vestida, por ser independente. Como o escudo e báculo de Atena, que podem existir mesmo com a armadura dela estando na forma de estátua. Seiya usou as correntes de Shun, o que leva a crer que o cavaleiro ou armadura pode emprestar partes de dela a quem quiser, desde que seja digno. Em Saint Seiya Omega, as partes das armaduras poderiam ser invocadas da cloth stone e vestidas independentemente das outras. Na Saga do Elíseos, as correntes de Shun viraram divinas primeiro que o resto da armadura, e em Soul of Gold, ocorre o mesmo com o arco de sagitário, o que leva a crer que pra atingir a divindade, uma parte (a mais forte) desperta primeiro.

Elmo

ELMO

Elmo da Armadura de Pégaso.

O elmo é a parte que protege a cabeça do que veste; eles, no mangá e na maioria das obras de Saint Seiya, sempre deixavam a parte superior da cabeça pra fora e o rosto também; mas no anime, existiam armaduras cujo o elmo cobria toda a parte superior da cabeça, como uma espécie de capacete, similar a dos cavaleiros medievais (pelo menos as primeiras versões de bronze, dos primeiros cavaleiros da série, antes do modelo de "capacete" ser abolido). A armadura de Seiya e Shiryu mudaram ao Mu as consertar no mangá, mas no anime, eles, provavelmente querendo aproveitar o design, mantiveram o modelo e só deixaram as armaduras mais brilhantes.

No anime, uma parte do elmo da Armadura de Cisne Negro foi usada pra que Ikki visse o que Cisne Negro viu, coisa inexistente no mangá.

A máscara

ARMADURA DE VIRGEM - ANIME

Armadura de Virgem.

FALSA APARÊNCIA DA ARMADURA DE SAGITÁRIO

Armadura de Sagitário com máscara.

A máscara de uma armadura pode estar acoplada no elmo; ela sempre ou deixa os olhos apenas a vista, ou possui um visor. No filme "A Lenda do Santuário", os cavaleiros, assim como guerreiros deuses, possuíam mecanismo de ativar a máscara. Caso seja mulher, o uso de máscara era obrigatória e esta era dada a aprendiz, antes da armadura ser dada (e cada uma dessas possui um desenho diferente estampado ou nada possui desenhado) o que indica que as máscaras das amazonas não integram a armadura; antes de Saint Seiya Omega, a máscara cobria todo o rosto (inclusive os olhos, tendo até proteção contra aromas de fora) e parecia ter um modelo diferente pra cada amazona. Em ômega, Sônia usava uma máscara no elmo; a armadura de fênix também possui uma máscara acoplada que sai de dentro do elmo pra cobrir os olhos. Geralmente armaduras como Virgem, possuem objetos apenas pra completar seu design no estágio em que não está distribuída pelo corpo, como sua máscara. As máscaras de amazonas de ouro são douradas.

Peitoral

Sonia frusta com o que souma disse

Sônia (mulher) usando a armadura de escorpião.

Milo de Escorpião em Soul of Gold

Milo (homem) usando a armadura de escorpião.

Não é presente em todas as armaduras (as de ouro possuem quase todas as partes sendo bem mais protegidas do que as de bronze, por exemplo); geralmente, se existir, é dividido em peitoral e ombros; em cavaleiros de ouro, sua forma é igual a de um abdômen musculoso; em mulheres, ela desenvolve local pra acoplar os seios e salto alto, sendo que homens não possuem armaduras com esse compartimento (a menos se essa armadura for alusiva a uma mulher, como Andrômeda e Virgem). É porque a armadura se ajusta ao tamanho, e por isso, pessoas altas, crianças e mulheres podem vestí-las facilmente.

Cinturão

Ele protege a cintura, a bacia e a parte superiores das pernas; ele pode ser acoplada ao corpo. Ele, no centro, tem um símbolo escrito (no anime).

Pernas e Braços

Eles geralmente cobrem todo o membro, mas armaduras de bronze podem ter partes separadas e pequenas que os cobrem; quase nunca elas cobrem todos os dedos, mas os pés são todos cobertos, como se fossem botas. Pelo ataque ser quase sempre no torso pra ser mortal, os membros são as últimas partes das armaduras que restam geralmente após uma batalha (vide acima a imagem de Seiya lutando contra Shiryu).

Acessórios

Algol

As armaduras de Perseu, Escudo, Dragão e Libra, possuem escudo

Os cavaleiros de Atena, apesar de não usarem armas, possuem acessórios na armadura; com exceção dos cavaleiros de aço, esses acessórios também podem ter vida e quase sempre não usam tecnologia; eles ao contrário do cosmo, precisam de armadura ou estar íntegros pra serem usufruídos por alguém e não só o dono pode os usar, mas sim, alguém que o dono empresta, como na Saga de Poseidon ou na luta dos cavaleiros de bronze contra Ikki.

Asas e outras partes

AS ASAS DA ARMADURA DE PÉGASO SÃO ACIONADAS

Esses acessórios estão presentes nas armaduras na forma original, mas (com exceção de Sagitário) só podem ser ativados com o sangue de um Deus (a de Fênix conseguiu devido ao colar de Pandora), apesar de visivelmente estarem no modelo original (forma de repouso); elas podem ser usadas pra voar. Armaduras Divinas na maioria das vezes possuem asas.

Em Saint Seiya Ômega, é revelado que armaduras sem asas podem também ter outras partes ocultas que não sejam asas; a de Leão Menor, por exemplo, possui garras escondidas que podem também ser vistas na forma original.

Alquimia

As armaduras foram criadas por uma tribo de alquimistas, ferreiros paranormais do extinto continente de Mu. É o segundo grupo de Armaduras criadas (até onde se sabe) e foram feitas para proteger os Cavaleiros de Atena em seu segundo confronto contra Poseidon (No primeiro suas tropas foram dizimadas por falta de proteção). Cada armadura representa uma constelação. O Cavaleiro deve possuir justiça e integridade, sendo assim, quem a veste deve fazer jus à sua armadura, ou ela o abandona por conta própria.

A classificação das armaduras corresponde a um metal (ouro, prata e bronze, fora as quatro armaduras especiais, que não são feitas de nenhum desses materiais). A sua principal composição, no entanto, não é de nenhum desses metais, mas sim, é de uma liga de gamânio (que dá resistência) e oricalco (que dá energia).

Forjamento

Para se forjar uma armadura, é necessária a utilização de alquimia para se dar vida ao traje. De acordo com os Cavaleiros Negros, as armaduras de bronze são mais fáceis de se reproduzir do que as de prata e ouro, o que indica uma diferença entre os trajes como formas de vida.

Restauração

Rachaduras

Kiki mostra a Seiya, Shun, Shiryu e Hyoga as rachaduras presentes em suas armaduras de bronze.

Tools

Ferramentas de Mu de Áries, usadas no conserto de Armaduras. Entre elas estão: um soco, um escopro e um martelo.

Como explicado por Mu de Áries, as armaduras possuem uma grande capacidade de auto-regeneração (onde partes dos trajes eventualmente se tornam mais resistentes do que outras) podendo ser usadas em inúmeras batalhas antes de sofrer um dano real. Apesar de sua aparente eficácia, esta regeneração só vai até certo ponto, de forma que as armaduras mantém rachaduras (como sequelas) internas, que danificam a estrutura do traje, que precisa então de conserto, como se fosse cirurgia e cicatrizes humanas. Se uma armadura não se regenera o suficiente a tempo, ao levar um golpe, ela quebra facilmente.

Para se consertar uma armadura, é preciso ser um alquimista. No século XVIII, Shion de Áries demonstrou que um alquimista pode ver as vidas das armaduras como um filme enquanto as conserta, embora Hakurei de Altar ache antiético "espiar" o passado dos trajes. Para se consertar uma Armadura são necessárias certas ferramentas e três ingredientes: Gamânio, Oricalco e Poeira Estelar. As ferramentas utilizadas no conserto de trajes estão presentes nas Armaduras de Escultor e de Cinzel. Em Omega, Areia Estelar é utilizada no lugar da Poeira Estelar. Quando consertada, uma armadura pode mudar de forma e ficar mais resistente que antes.

Um certo clã (como descrito em Reunião no Santuário, parte do projeto Responde Shion-sama) vem passando a técnica do conserto de armaduras desde tempos remotos; esta técnica permite ao usuário utilizar certas ferramentas e ingredientes para eliminar as rachaduras internas de uma armadura (o que geralmente muda seu aspecto físico).

Morte

D DeadCloths

Armaduras de Pégaso e Dragão, após a morte de ambas.

Quando uma armadura morre, ela fica acinzentada (morrer é diferente de despedaçar; ela pode estar inteira e morta e despedaçada e viva) e é preciso adicionar uma grande quantidade (cerca de um terço do total) de sangue de Cavaleiro, para consertá-las. Muitas Armaduras de Bronze e, raramente, de Prata, foram dadas como mortas e precisaram deste tipo de conserto. As armaduras de ouro de Leão, Virgem, Sagitário, Libra e Armadura de Aquário foram destruídas facilmente por Thanatos durante a batalha dos Campos Elíseos, enquanto adornavam os corpos de, respectivamente, Ikki, Shun, Seiya, Shiryu e Hyoga. Apenas uma armadura de ouro morrera antes disso, Leão, na batalha entre Aioria de Leão e o titã Hyperion de Ébano, mas o Episódio G é só um spin-off. Os cavaleiros mortos-vivos de Jamiel trajavam armaduras mortas, e todos tentaram levá-las a Mu, mas perderam suas vidas no caminho e seu ódio os fez assombrarem o local para que nenhum vivo passasse por lá.

A qualidade do conserto depende do sangue utilizado: quando os cavaleiros de ouro doaram seu sangue para consertar as armaduras de bronze, estas adquiriram coloração dourada quando seus donos usavam o sétimo sentido. Quando o sagrado ikhor de Atena tocou estas mesmas armaduras, elas foram consertadas instantaneamente e adquiriram o poder de evoluir para armaduras divinas quando seus usuários ultrapassaram o Oitavo Sentido, equiparando-se às Divinas trajadas pelos deuses. Quanto mais danificada é a armadura, mais fácil de destruir, Mu provou isso.

Skeletons

Alguns dos Cavaleiros mortos que assombram Jamiel: suas armaduras estão mortas.

Para reviver armaduras, é necessário sangue humano (como a de dragão) o doador pode ser qualquer cavaleiro caso a armadura morta seja de um cavaleiro ou amazona; entretanto, se for uma armadura de saintia, nesse caso, será necessário sangue de qualquer mulher que seja uma amazona ou saintia; e para reviver armaduras e ficarem divinas (como a de Atena ou a divina de Dragão) é necessário sangue divino. A armadura de Atena está morta em forma de pedra, no Templo de Atena. Mesmo destruída, se foi banhada pelo sangue divino, a armadura pode voltar a vida com o cosmo de quem usou, virando divina; e se deixa de ser divina depois de um tempo (coisa que ocorre depois), ela não se destrói, mas volta a forma que estava (no formato que fica após receber um sangue divino).

Armazenamento

PandoraBox

Além das Armaduras, existem também 88 urnas, chamadas Caixas de Pandora (ou "Urnas"). Estas urnas protegem as Armaduras desde a época mitológica e possuem o poder de distinguir o bem do mal. As urnas das Armaduras de Ouro não possuem correntes como as outras e, portanto, só podem ser abertas se o Cavaleiro for digno da mesma e ela sentir necessidade de o proteger. Se alguém, mesmo o dono legítimo da armadura, abrir a urna sem necessidade, há a possibilidade de rejeição e até podem sair espíritos malignos dela.

No século XXI, um meteoro trouxe um novo poder às Armaduras, que mudaram de forma e agora são armazenadas nas Cloth Stones, usados pelos Cavaleiros de maneira casual, em colares, pulseiras e anéis. No entanto esse processo pode ser revertido novamente se o usuário queimar o seu cosmo além do limite.

Proteção

6734548344357634683678346843567457579463

Distinção da superfície protegida entre as armaduras

Elas são essenciais pois como todo o guerreiro de um Deus, cavaleiros têm corpo de humano e seu oponente pode destruir seu corpo sem armadura. A armadura, apesar de muitos esquecerem, não protege o usuário só fisicamente (de pancadas, altas temperaturas e frio [sendo que cada uma tem seu nível de dureza, congelamento e nenhuma derreteu ainda]), mas também metafisicamente. Magias, poderes extraordinários e outras condições degradantes podem ser evitadas com o extraordinário poder das armaduras. O grau metafísico de proteção também varia de classe pra classe. As de bronze e superiores podem, banhadas com o sangue de um Deus, resistir a vários poderes metafísicos, como não ter sua força enfraquecida por uma barreira, lhe dão maior poder de destruir algo ou poder acessar um lugar que só Deuses acessam (como se o Deus permitisse seu servo, acessar o local dando seu sangue a sua armadura) e proteger de golpes como o Chrono Delayed de pallasitas primários (as armaduras de aço parecem não proteger por serem sem vida e como armas de humanos normais); e, reformadas, chegaram a deixar conscientes as vítimas da destruição do tempo gerada pela espada Tenchihōmetsuzan; as armaduras de ouro já sem sangue de Deus protegem com grande efeito alguém que veste, como por exemplo, anular todos os efeitos de paralisia temporal da Tenchihōmetsuzan. As armaduras divinas, podem protegem de poderes como o Sono Eterno de Hypnos, que não dura pra sempre em quem veste a armadura; essa armadura talvez também proteja contra a hiperdimensão e dá acesso a locais divinos; talvez, nenhum feitiço metafísico (como petrificação, paralisia temporal, ilusão, perda dos sentidos, reversão de ataques que deuses causam) atinja quem traje uma armadura divina. Não se sabe se uma armadura de ouro ou divina pode proteger o usuário de golpes de petrificação ao ser divina ou se pode ser petrificada junto, ou se ela pode resistir a golpes como o Tesouro de Shaka (que não funciona em deuses). As armaduras de bronze ficam quase tão resistentes como armaduras de ouro ao serem banhada por sangue de um cavaleiro desse nível. As armaduras de ouro são tão resisentes, que protegem o corpo de golpes letais e mortais, e não se destrói, mesmo após vários ataques seguidos (isto dependendo do nível do ataque, na Saga de Hades, vemos elas sendo destruídas).

Forma e Divindade

Corrente divina

A corrente divina desperta antes o resto da armadura

Toda a armadura banhada com sangue, pode mudar sua forma. Ela tem uma forma original (em uma forma parecendo a constelação, sendo que ela volta pra esse forma ao estar em repouso ou voltar pra caixa de pandora), e montada (já pronta pra ser vestida e no formato de como alguém a veste); as vezes, uma armadura montada pode, como fez Saga, ficar em pé como se alguém tivesse vestido, mas sem ninguém dentro; ela está assim no tamanho original e formato original; trajada por um cavaleiro, podendo nessa forma ter adaptação pros seios (se for mulher quem a veste) e se ajusta ao tamanho dos cavaleiros.

As armaduras ATÉ HOJE e ATÉ ONDE SABEMOS são as únicas que podem alcançar a divindade, virando uma armadura próxima de uma Kamui. Cada deus já tem uma vestimenta comum de seus cavaleiros que já é divina pra ELE vestir, mas as armaduras dos servos de Atena, ao ter contato com o sangue de um Deus, continua sendo uma armadura (mas ao o cosmo ser elevado, obtém a forma divina, sendo que nenhum servo de outro Deus tem uma armadura divina); assim como a armadura de bronze banhada com o sangue de um dourado, fica dourada ao o usuário elevar o cosmo, a armadura muda de forma quando o Ikhor de um Deus banhá-la, e ao elevar do seu cosmo, ela se torna divina. Provavelmente, Glórias podem ser divinas, mas nada confirmado. Como dito, armaduras divinas protegem do Sono Eterno de Hypnos e da Hiperdimensão.

A armadura divina volta a forma original após sua missão ser cumprida (se for banhado com Ikhor) ou volta após poucos segundos (se for banhada com lágrimas de um Deus).

Uma armadura divina é da classe, ouro, prata ou bronze (dependendo da sua patente anterior, ela se torna uma divina dessa classe), pois depende do cavaleiro. Não se sabe se teve um exato momento em que todas as armaduras ao mesmo tempo viraram divinas, mas se viraram, voltaram ao normal, ou seja, pode ser possível que uma atual armadura já foi divina.

Ressonância

É uma "habilidade" que as Armaduras de Ouro possuem. Quando as 12 Armaduras de Ouro se encontram ou ficam perto umas das outras, elas brilham e produzem sons muito altos. Como as Armaduras de Ouro foram banhados com o poder do sol após seu forjamento, diz-se que cada uma delas tem um pouco do brilho do sol. Portanto, quando as 12 armaduras se encontram, é como se o Sol estivesse completo. A Ressonância, porém, é apenas um fenômeno, e não uma técnica ofensiva.

No anime, este fenômeno ocorreu em 2 oportunidades. A primeira, na Saga das 12 Casas, quando os cavaleiros de bronze chegam na casa de Sagitário, reunindo novamente as 12 armaduras de ouro. E a segunda, nos episódios da Saga de Hades, quando as armaduras chamam umas as outras para se reunirem e tentar quebrar o muro das lamentações.

Número de Armaduras

Apesar de o número de Armaduras ser dado como 88, de acordo com as 88 constelações modernas, o fato de Armaduras de constelações extintas também aparecerem na obra, como Cérbero e Rena, indica que o número de constelações modernas não tem ligação direta com o número de Armaduras.

Conclui-se que 88 é apenas um número simbólico, visto que nem mesmo o Santuário possui a informação de quantos são os trajes sagrados (tendo em vista a quantidade absurda de armaduras perdidas na destruição de Mu, e o número de armaduras mortas em Jamiel), usa-se este número como emblema em substituição ao verdadeiro número de Armaduras existentes, que é desconhecido até ao momento, mas que, teoricamente, poderia chegar até 127 se incluídas todas as constelações, extintas e atuais.

Lista de Armaduras

Armadura de Atena

A Armadura de Atena é uma armadura divina usada pela deusa da sabedoria, tem cor dourada e está escondida no Santuário atrás de seu templo, depois das doze Casas Zodiacais e do salão do Mestre. Na verdade, a armadura é a gigantesca estátua de Atena, que, apenas após tocada com seu sangue, se torna um pequeno artefato (de aparência igual à estátua), do qual emerge a armadura após Atena evocá-la.

Deus
Athena Cloth
Atena


Armaduras de Ouro

Usadas pelos Cavaleiros de Ouro, considerados os mais fortes dentre os guerreiros de Atena. Cada uma representa uma constelação zodiacal, consequentemente, também um signo do Zodíaco. O seu estilo é dominado por peças protetoras com forma arredondada e ornamentadas com espirais vitruvianas em alto-relevo, sendo exceção as armaduras de Câncer, Escorpião e Peixes com pontas angulosas, representando as escamas dos peixes e a armadura quitinosa dos artrópodes. Segundo Camus de Aquário, somente atingindo a temperatura do zero absoluto (- 273°C), elas podem ser congeladas. Elas têm a capacidade de absorver a luz solar (pois suas constelações ficam em volta do Sol), por isso possuem esse aspecto dourado e luminoso (mas podem ser ou laranja ou dourada); elas ao se reunirem, acabam brilhando e além disso, elas podem convocar quem as usa pra se reunir num evento importante, chamando umas ás outras ressoando. Para destruí-las, é preciso uma enorme força ou então diminuir o poder dos cavaleiros (na saga de Hades, os cavaleiros estavam com 1/10 do seu poder devido á barreira e, devido a isso, as armaduras sofreram alguns danos contra Radamanthys). Todos os cavaleiros juntos vestindo as suas 12 armaduras, podem soltar um poder incrível igual ao Sol, e como essa estrela (Sol é estrela também e protege essas 12 armaduras), esse poder acaba sendo tão poderoso que é capaz de destruir tudo em volta (inclusive a eles mesmos, devido a explosão). Mas somente as 12 armaduras juntas podem reproduzir a luz do sol, pois na eclípsia, cada uma recebeu no interior magneticamente, uma parte que outra não recebeu, ou seja, 1/12, sendo que cada uma pode reproduzir 1/12 da luz solar. No entanto, todo este poder só pode ser convocado usando as armas de Libra e o cosmo dos cavaleiros elevado ao máximo, pois no muro das lamentações, vimos que só um ou outro não era suficiente. Devido ao fato de nunca serem quebradas desde os tempos mitológicos ou terem sofrido pequenos danos, essas armaduras quase nunca ou nunca foram reformadas com sangue, logo não podemos saber se elas podem mudar seu design; elas assim como outras, não resistem ao caminho da hiperdimensão sem proteção de um Deus.

Armaduras de Ouro
ARMADURA DE ÁRIES - ANIME
Áries
Taurus cloth
Touro
ARMADURA DE GÊMEOS - ANIME
Gêmeos
ARMADURA DE CÂNCER - ANIME
Câncer
ARMADURA DE LEÃO - ANIME
Leão
ARMADURA DE VIRGEM - ANIME
Virgem
ARMADURA DE LIBRA - ANIME
Libra
ARMADURA DE ESCORPIÃO - ANIME
Escorpião
NoImage
Ofiúco
ARMADURA DE SAGITÁRIO - ANIME
Sagitário
Armadura de Capricórnio
Capricórnio
ARMADURA DE AQUÁRIO - ANIME
Aquário
Armadura de Peixes
Peixes


Armaduras de Prata

Usadas pelos Cavaleiros de Prata, a categoria média dos Cavaleiros de Atena. Normalmente elas não trazem muitas cores, predominando as cores cinza, branca ou prata. Segundo Camus de Aquário, elas são congeladas à temperatura de 200°C negativos ou menos.

A constelação de Cérbero foi extinta em 1922 pela União Astronômica Internacional e absorvida para a constelação de Hércules. Todas elas são monocromia do cinza.

Armaduras de Prata
Armadura de Altar
Altar
Armadura de Órion
Órion
Armadura de águia
Águia
Armadura de Cérbero
Cérbero
Armadura de Perseu-0
Perseu
Armadura De Auriga
Auriga
Armadura de Cruzeiro do Sul
Cruzeiro do Sul
Armadura de Centauro
Centauro
Armadura de Escudo
Escudo
Armadura de Flecha
Flecha
Armadura de Cefeu
Cefeu
Armadura de Lyra
Lira
Armadura de Cão Maior
Cão Maior
Armadura de Lagarto
Lagarto
Armadura de Hércules
Hércules
Armadura de Cães de Caça
Cães de Caça
ARMADURA DE CORVO
Corvo
Armadura de Baleia
Baleia
Armadura de Mosca
Mosca
Armadura de Ofiúco
Ofiúco
NoImage
Taça


Armaduras de Bronze

Usadas pelos Cavaleiros de Bronze, a categoria mais baixa dos Cavaleiros de Atena. Cada armadura tem em geral uma cor diferente e são as armaduras mais fracas. Segundo Camus de Aquário, elas são congeladas à temperatura de 150°C negativos ou menos.No caso dos cavaleiros Seiya, Shiryu, Shun e Hyoga, a segunda versão de suas armaduras recebeu sangue dos Cavaleiros de Ouro. Sendo assim, ao elevarem seus cosmos ao máximos, elas se tornam douradas por alguns segundos.

Essas armaduras parecem se quebrar totalmente a uma pressão de 4000 kg.

Sua cor, diferente das armaduras de prata e ouro, variam; nenhuma tem cor bronzeada, a menos que a de fogo seja de bronze; o nome "bronze" é só pra dar impressão de terceira classe e não é referente a cor, diferente das outras que são referentes a classes e as cores. Elas tem menor cobertura (exceto as divinas) do corpo de seu usuário.

Armaduras de Bronze
Armadura de Pégaso V3
Pégaso
Armadura de Dragão
Dragão
Cisne3
Cisne
Armadura de Andromeda 3
Andrômeda
Armadura De Fenix 3
Fênix
Armadura de Unicórnio (SS)
Unicórnio
Armadura de Urso
Ursa Maior
Armadura de Lobo
Lobo
Armadura de Hidra
Hidra Macho
Armadura de Leão Menor
Leão Menor
Armadura de Camaleão
Camaleão


Memoriais

São armaduras criadas exclusivamente para o anime, fora das "88" originais; elas não têm qualquer envolvimento do autor da série e serviram para acrescentar cavaleiros filler, apenas para prolongar a história do anime. Algumas pessoas especulam que alguns cavaleiros como Dócrates, têm constelação definida, devido á aparência da armadura, no entanto a própria Toei afirmou que estes cavaleiros não têm patente ou constelação definidos.

Armaduras sem patente definida e de classe desconhecida

São 4 armaduras que não são fillers, mas, não são nem de Prata, Bronze ou Ouro. O Spin-Off Episódio G extinguiu essa classe, dizendo que existem 52 armaduras de bronze, mas oficialmente, continuam sendo 48. Listaremos essas 4 armaduras, mais outras armaduras que não sabemos no canon oficial, se são de bronze, prata ou ouro.

Armaduras sem patente
Armadura de Cinzel
Cinzel
NoImage
Ursa Menor
NoImage
Lince
NoImage
Cavalo Menor
NoImage
Índio
NoImage
Quilha
NoImage
Escultor
NoImage
Coroa Boreal
NoImage
Grou
NoImage
Popa
NoImage
Sextante
NoImage
Pintor
NoImage
Rede
NoImage
Peixe Voador
NoImage
Cassiopeia
NoImage
Raposa
NoImage
Pavão
NoImage
Mesa
NoImage
Ave-do-paraíso
NoImage
Bússola
NoImage
Cabeleira de Berenice
NoImage
Compasso
NoImage
Coroa Austral
NoImage
Cão Menor
NoImage
Dourado
NoImage
Erídano
NoImage
Esquadro
NoImage
Forno
NoImage
Girafa
NoImage
Golfinho
NoImage
Hidra Fêmea
NoImage
Lebre
NoImage
Microscópio
NoImage
Máquina Pneumática
NoImage
Oitante
NoImage
Peixe Austral
NoImage
Pomba
NoImage
Relógio
NoImage
Telescópio
NoImage
Triângulo
NoImage
Triângulo Austral
NoImage
Tucano
NoImage
Vela


Armaduras de Aço

São usadas pelos Cavaleiros de Aço, criados pela Toei no anime, sob influencia da empresa fabricante de Brinquedos "Bandai" (veja que seu nome aparece no projeto de Asamori) que queria vender mais bonecos de mais personagens. Eles fazem uma curta participação na série, durante as batalhas entre os Cavaleiros de Bronze e de Prata. Foram criados especialmente para o anime, e são logo retirados por exigência de Kurumada. Os Cavaleiros de Aço são cavaleiros artificiais, cujas armaduras foram criadas pela tecnologia. As armaduras de aço não possuem vida própria. Elas, possuidoras de tecnologia, são as responsáveis pelo poder dos cavaleiros, ou seja, não possuem por isso gema/caixa de Pandora ou forma divina (e só possuem uma forma em repouso, similar as armaduras de Atena normais). Sua tecnologia geralmente tem utensílios em resposta a poderes conhecidos como fogo e telecinesia (como possível forma de lutar contra inimigos fortes), mas não a todos. A armadura celeste pode voar. As 3 primeiras armaduras foram baseadas em constelações: peixe-espada (água), tucano (ar) e raposa (terra) em forma de meios de transporte (aeronave, carro e submarino). Somente as do Ômega (com exceção das dos ex-cavaleiros de bronze) ficaram originais, sem ser baseadas em constelações.

Armaduras de Aço
Arm aço ceu
Armadura do Céu
Arma aço terra
Armadura da Terra
Arm aço mar
Armadura do Mar


Trajes comuns de batalha

Usadas por soldados rasos, que fazem a guarda das fronteiras do Santuário, ou estão a serviço de um Cavaleiro de Patente superior

Soldados Rasos
Soldado do Santuário
Soldados de Atena
Soldado de dócrates
Soldados de Dócrates
Soldado de jamian
Soldados de Jamian


Curiosidades

  • No hemisfério Norte, as constelações de Pégaso, Andrômeda, Dragão e Cisne são, relativamente, próximas e todas estão mais distantes da de Fênix. De fato, Ikki, passa grande parte do tempo longe do grupo e os outros 4 sempre estão juntos.
  • A constelação de Pégaso é vizinha da Constelação de Águia: Seiya (Pégaso) é treinado por Marin (Águia).
  • As Constelações de Pégaso e Andrômeda são vizinhas: Seiya e Shun aparecem em vários momentos em dupla, em várias sagas. Um grande exemplo é quando são tornados estátuas de pedra pelo Cavaleiro de Perseu que na Mitologia Grega têm relação forte, ou seja, Perseu, montado em Pégaso, salvou a princesa Andrômeda que estava acorrentada.
  • Na Mitologia grega, Cefeu é rei da Etiópia e pai de Andrômeda: No Anime, Albion de Cefeu é mestre de Shun de Andrômeda.
  • A Constelação de Ofíuco é vizinha de Águia: No Anime, Shaina e Marin são as únicas Amazonas no Santuário.
  • A Constelação de Câncer, das 13 zodiacais, é a que tem menor brilho de suas estrelas (realmente, eu mal a vejo no céu noturno): No Anime, na Saga Alma de Ouro, é mencionado Máscara da Morte é chamado de o Cavaleiro de Ouro mais fraco. Só que claro, sabemos que todos os dourados são fortes quando lutam pelo bem.
  • Em Os Cavaleiros do Zodíaco Ômega, ocorreram fatos contraditórios com a história: marcianos, como Sonia, vestiram armaduras de ouro, apenas por promoção feita por Marte.
  • A Constelação de Virgem é a maior das 13 zodiacais. O sol se alinha com ela e a Terra durante 45 dias (16 de setembro a 31 de outubro): No Anime, o Cavaleiro da Constelação de Virgem, Shaka, é considerado o homem mais próximo de um deus, no caso, de Atena. Umas das teorias da contemplação de Virgem é que seria relacionada à Atena, devido a ela ser uma deusa virgem, segundo à Mitologia.
  • Na animação, as armaduras, junto com a proteção, trazem roupas próprias, pois quando um cavaleiro a veste, suas roupas casuais "desaparecem", sendo substituídas pelas da armadura; esse mistério nunca foi explicado em nenhuma obra do cânone. Após a Saga do Santuário, a animação fez com que o cavaleiro, ao ter sua armadura tirada por ele no meio da batalha, ou a armadura ser retirada contra a sua vontade (tendo ela destruída ou ela o abandonando), as suas roupas continuam iguais as roupas que veem com a armadura; o mesmo acontece quando ele tira a armadura por vontade própria (exceção ao caso de Shiryu, que inúmeras vezes tirava a armadura de dragão e suas roupas nunca voltavam); mas, curiosamente, durante a batalha das doze casas, o cavaleiro fica com roupas normais após perder a armadura.
  • Quando seu cavaleiro morre, a armadura volta depois de alguns minutos ao formato original e volta para a casa guardiã (caso seja de ouro) ou então fica onde está e espera alguém a recolher, ou até um novo usuário aparecer. Em Saint Seiya Omega, ela volta pra dentro da Cloth Stone com a morte de seu usuário. Um cavaleiro morto pode, em casos raros, viver na sua armadura e amaldiçoar ou abençoar ela.
  • Na série clássica, Shiryu, Shun, Hyoga e Ikki, passaram por treinamentos exigindo diferentes feitos cada um pra conseguir a armadura: inverter o fluxo da cachoeira de Rozan, sobreviver a ser acorrentado e submergido no mar, destruir a parede de gelo eterna e ter ódio, respectivamente.
  • Ela pode ser petrificada com o usuário pois ela se torna um só com ele, mas a armadura se mantém viva enquanto o usuário vai morrendo lentamente.
  • Kiki tem a habilidade de detectar ferimentos (alguns imperceptíveis a olho nu) numa armadura.
  • Todos os cavaleiros com escudo na armadura, estão relacionados com Shiryu na trama.

Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.