FANDOM


Cabo Sunion é uma península que fica lozalizada a 65 km da cidade de Atenas, na Grécia. É lá que encontram-se as célebres ruínas do que um dia, foi o templo de Poseidon (e lá é onde fica a entrada), que acabou sendo desgastado pelo tempo. Nos tempos mitológicos, a cela de pedra (uma prisão cavada no despenhadeiro do Cabo) era o local onde Atena punia os inimigos capturados durante os combates divinos. A força dos homens era incapaz de romper suas paredes.

É descrito que a muito tempo foi desativada, dado que Atena escondeu em uma Guerra Santa passada contra Poseidon, seu Tridente, confinado-o no interior da prisão e selando-o.

Ela foi ativada novamente depois de séculos por Saga de Gêmeos quando este detectou imensa maldade em seu irmão gêmeo Kanon, prendendo-o no rochedo como forma de limpar seus pecados, esperando que m dia os deuses o perdoassem.

A Prisão

Cabo Sunion

Prisão do Cabo Sunion

São aprisionados neste local os piores criminosos. A prisão não possui nenhum tipo de acomodação, e geralmente os prisioneiros são deixados como oferendas a Poseidon no lugar, esperando que a mudança de maré afogue o infeliz e maldoso prisioneiro. A pessoa que for presa neste lugar, só poderá sair de lá com a ajuda do poder de um deus, seja seu cosmo ou uma posse tão divina relacionada a ele.

Na parte superior, no penhasco, em sua superfície; há rochedos antigos (Provavelmente ruínas do templo de Poseidon na Terra), embora há uma área relativamente grande, onde já foi palco de várias discussões, como as de Saga e Kanon e Kanon e Ker.

Pisão de Kanon

Preso na prisão do Cabo Sunion, Kanon amaldiçoa Saga

Kanon preso no Cabo Sunion

Durante o século XX, desconhecido para Saga sobre o Tridente estar selado lá; ele aprisionou seu irmão Kanon, pelo motivo que o tentou persuadir a fazer várias maldades, e esse percebendo que o irmão era um perigo a todos, o confinou lá como forma de pagar por suas intenções horrendas.

Em dado momento Kanon foi visitado por Ker, onde depois de uma breve conversa (Que incluiu Ker apontando que Kanon não era verdadeiramente mal e revelando Lêmur em Saga), ela o deixou para morrer, julgando que ele não era verdadeiramente mal.

Ker sob o Cabo Sunion

Ker sob o Cabo Sunion

Lá, após várias vezes quase morrer afogado (com a ajuda de Atena, que mesmo um bebê, não permitiu que ele morresse, ajudando-o com seu cosmo), descobriu o Tridente com o selo já fraco e ao removê-lo, uma passagem para a Fortaleza Submarina de Poseidon se abriu, tragando-o.

Treze anos depois, no penhasco; Ker meditava até ser surpreendida por Kanon que a ataca com o Tridente de Poseidon, ferindo-a; ela contra ataca e deixa o cavaleiro inconsciente, mas vivo, reconhecendo sua maldade e objetivando usa-lo em seus planos, assim ela logo desaparece.

Prisão de Paradox

Com a derrota de Marte, Paradox se negou a jurar lealdade a Saori e perdeu tudo relacionado a ela como consequência; sendo então foi presa no Cabo Sunion devido suas ações e crimes cometidos contra o Santuário.

Tempos depois, ela seria visitada por Gallia, uma Palasito Primária, que a liberta e oferece a chance de Paradox ter um lugar no exército de Pallas como Palasita Secundária de Jano Escarlate. Vendo o destino lhe sorrir novamente, Paradox aceita seguir esse novo rumo para se vingar daqueles que a prenderam.

Na Vida Real

Nessa península localiza-se um dos templos gregos mais bem conservados, erguido em homenagem a Poseidon, para proteger as águas gregas. Na Antiguidade, o promontório foi usado para avistar os barcos que se aproximavam de Atenas antes de arribassem.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.