Artigo
Galeria



Garras venenosas que nascem e renascem!

Enciclopédia Oficial.

Ichi de Hidra (Ichi de Hidra Fêmea no original) é um Cavaleiro de Bronze do século XX, e um dos órfãos apadrinhado pela Fundação Graad.

Aparência

Dentre os guerreiros sagrados que servem Atena, Ichi merece uma categoria própria. De pele pálida a passar impressão de pouca saúde, seu rosto singular chama a atenção do observador. Sem sobrancelhas e de face magra, salientando os contornos cranianos, o ponto mais chamativo são seus olhos, aparentemente desprovidos de pupila ou globo ocular, sendo absolutamente retintos (mangá) e cinza escuro (anime). A cabeça é quase careca, exceto por uma cabeleira estilo moicano, cinza esbranquiçada, que desce até metade das costas. Todo esse visual faz com que seja uma figura estranha, evocando o misterioso e bizarro.

Origem do Nome

Ao pé da letra, Ichi (市) significa cidade ou vilarejo. Nome que não tem uma ligação aparente com sua constelação guardiã. Curiosamente, na dublagem italiana, seu nome foi trocado para Áspides, que por sua vez faz referência ao gênero de serpentes peçonhentas.

Histórico

Infância e treinamento

Ban e Ichi quando crianças.

Ichi é um dos 100 órfãos enviados pela Fundação Graad para se tornarem Cavaleiros e protegerem a deusa Atena. Apenas 10 destas crianças sobreviveram e se tornaram Cavaleiros de Bronze.

No mangá, é revelado que todos os 100 órfãos eram na verdade meio-irmãos e filhos de Mitsumasa Kido, um homem que todos eles odiavam por arrancá-los de seus lares. Após viverem por um tempo em um orfanato, as crianças foram enviadas para diversos locais do mundo com a missão de trazerem de volta as Armaduras.

No sorteio, Ichi é escolhido para ir treinar na Finlândia, mais precisamente no Lago Holtz. Nunca foi dito nada sobre como deu-se o processo de treinamento, ou mesmo quem foi seu mestre.

Guerra Galática

Ichi vs Hyoga.

Consagrado-se cavaleiro, Ichi retorna com a Armadura de Bronze de Hidra para participar da Guerra Galática. Assistiu a luta entre Seiya de Pégaso contra Geki de Urso, e ao testemunhar a reviravolta surpreendente do cavaleiro de Pégaso contra o urso, não deixou de comentar a necessidade de tomar cuidado com Seiya. Sua primeira luta é contra Hyoga de Cisne. De movimentos sutis, mimetizando a agilidade duma serpente, Ichi consegue cravar consecutivamente suas garras em Hyoga, não deixando de salientar que as mesmas inoculavam veneno. Saber disso não abala o Cavaleiro de Cisne que lembra a lenda entorno da Hidra de Lerna, cujas cabeças se multiplicavam cada vez que uma era cortada.

Ichi tem sua armadura destruída.

Imaginando que as garras de armadura de Ichi seguiam o mesmo princípio regenerativo, Hyoga congela o braço direito do Santo de Hidra, impedindo-o de voltar a usar suas garras. Ichi, porém, demonstra poder usá-las também através do joelho, enterrando-as no elmo de Hyoga. Certo de que sua vitória era questão de tempo, acaba surpreendido quando Hyoga eleva sua cosmo-energia e destrói as garras que sequer haviam penetrado o traje de cisne. Cercado por cristais de gelo, Ichi recebe o Pó de Diamante, tendo sua sagrada armadura reduzida a nada. Recuperando-se, voltou a assistir a continuação das batalhas, até que o torneio é interrompido pelos Cavaleiros Negros, liderados por Ikki de Fênix.

Batalha das Doze Casas

Ichi surge no Santuário para proteger Saori.

Depois de sua derrota, Ichi retornou à Finlândia com o propósito de aprimorar suas técnicas. Depois de descobrir que Saori é na verdade a deusa Atena, ele se reúne a Jabu, Nachi, Ban e Geki, viajando para o Santuário. Lá chegando, salvam Tatsumi e Saori dos soldados que os atacavam.[6][7] Com o passar das horas, o desespero começa a se abater sobre o grupo, que decide subir as doze casas. Jabu, no entanto, os impede, argumentando que a diferença de poderes entre eles e o grupo de Seiya era demais. Ichi e os demais relutantemente concordam, se contentando em zelar por Saori. Quando a flecha é retirada, e Saori sobe as casas zodiacais, o Santo de Hidra a acompanha até a derrota de Saga de Gêmeos.[8]

Saga de Asgard

Ichi e Ban são derrotados por Shido.

Ichi, junto dos outros Cavaleiros de Bronze menores, aparece no jardim da Mansão Kido, informando sobre a derrota do Santo de Ouro Aldebaran de Touro. Logo após isso, todos são surpreendidos pela chegada de Shido de Mizar, um Guerreiro Deus oriundo do reino do norte da europa, Asgard, e o autor do ataque a Aldebaran. Obedecendo ordens da Representante de Odin, Hilda de Polaris, Shido expõe sua intenção de tomar a vida de Saori. Ichi e os outros cavaleiros tentam fazer-lhe frente, mas acabam derrotados. Acabou salvo pela chegada de Shun de Andrômeda e Seiya de Pégaso.[9]

Saga de Poseidon

Ichi e os demais após a derrota de Poseidon.

Permanecendo na mansão desde seu embate contra Shido, Ichi surge junto aos demais, preocupado com a falta de notícia de Saori, que havia ido para Asgard. Em dado instante, Jabu e Nachi surgem, trazendo notícias sobre ondas gigantes levando o caos, arrasando porções costeiras dos EUA, França, Itália, bem como de outros países da Europa e do mundo.[10] Ficando de fora das batalhas contra Poseidon e seus Marinas, Ichi permanece na expectativa, surgindo para apreciar, junto a Tatsumi e demais cavaleiros, o sol aparecer por detrás das nuvens de chuva que se dissipam - um sinal de que a ameaça do senhor dos mares acabou.[11]

Saga de Hades

Ichi, Nachi e Shaina verificam os túmulos violados.

Com Poseidon selado, Ichi, bem como o restante dos cavaleiros de bronze menores, acompanham Saori para o Santuário, passando a desempenhar a função de guarda. Junto a Nachi de Lobo, os dois estranham encontrar dezenas de túmulos violados, não entendo o que os invasores poderiam querer com os restos mortais de cavaleiros. Shaina, porém, vê que os túmulos não foram forçados de fora, mas de dentro, como se quem neles estivessem sepultados haviam se reerguido. A amazona aponta aquilo como sendo obra de Hades, senhor do mundo dos mortos.

A fim de evitar que mais mortos pudessem voltar a vida, Shaina ordena que todos os túmulos do cemitério sejam queimados. Enquanto a maioria dos cavaleiros parte para combater as tropas de Hades no Meikai, Ichi permanece de guarda no Santuário. Por intermédio da amazona Marin de Águia, vem a conhecer Seika, a desaparecida irmã mais velha de Seiya.

Ichi comemora, junto aos demais, a derrota de Hades.

Quando Thanatos, o deus da morte, visa tirar a vida de Seika, Ichi é um dos que se projeta para defendê-la, usando seu cosmo, em combinação com os demais cavaleiros de bronze menores, Shaina, Marin e Kiki, para levantar uma barreira protetora. Muito embora tenham sido severamente feridos, e a barreira tenha se desfeito, Ichi e os demais conseguiram proteger Seika, bem como sobreviver a dura aprovação. Pouco depois, surge junto aos demais, apreciando a reaparição dos raios de sol, uma evidência de que Hades não mais era uma ameaça.


Nota: Segundo a Saint Seiya Taizen - Enciclopédia Oficial, Ichi era o Comandante dos soldados do Santuário quando houve o ataque do exército de Hades.

Outras Aparições

Prólogo do Céu

Ichi e Jabu confrontam Seiya.

Em Prólogo do Céu, Ichi aparece no Santuário, junto a Shaina e Jabu, com a missão de impedir a ação dos Cavaleiros de Bronze, servindo à deusa Ártemis. Consegue acertar Seiya com suas garras venenosas, deixando o cavaleiro de pégaso desnorteado. O mesmo se recupera, e tendo o Santo de Hidra a sua frente, tenta acertá-lo com os Meteoros de Pégaso. Algo dá errado e o cosmo do cavaleiro de pégaso se dissipa, deixando Ichi a rir histericamente. Shaina toma a ofensiva, terminando por derrubar Seiya do penhasco. Mais tarde, Shaina sente a cosmo-energia de Seiya sumir. Sussurrando seu nome, nem Ichi ou Jabu entendem o que de fato ocorreu, presumindo que Seiya não voltaria por ter desistido.

Gigantomaquia

Com poucos guerreiros de Atena vivos, e a ameaça crescente dos Gigas, servos de Tífon, Ichi acaba convocado por Nicol de Altar, Grande Mestre interino, para atuar na proteção interna do Santuário.[12]


Habilidades de luta

Como pertencente à patente mais baixa do exército de Cavaleiros de Atena, Ichi possui controle da essência do Cosmo em nível básico, força sobre-humana e uma velocidade máxima de mach 1. Tentando sempre ser o mais racional possível, os movimentos sinuosos como a cobra são marca registrada desse Cavaleiro de Bronze.


Técnicas Secretas

Garras Venenozas.gif

Presas Venenosas

Curiosidades

  • No mangá, na Saga de Hades, Ichi e Nachi são atacados por alguns encapuzados (mortos ressuscitados por Hades) sendo salvos por Jabu.
  • Algo não mencionado, no anime e mangá, é o fato de Ichi ter, possivelmente, levado sua armadura para ser reparada por Mu, uma vez que ela foi totalmente destruída no combate contra Hyoga. No mangá, enquanto as armaduras do grupo principal foram evoluindo de forma, a de Ichi conservou o mesmo formato original.
  • Ichi é declarado o mais fraco entre os 10 Cavaleiros de Bronze que participam do Torneio Galático.

Navegação

Referências Bibliográficas e Notas

  1. Perfil do personagem no Site Oficial
  2. Perfil do personagem no Site Oficial
  3. Perfil do personagem no Site Oficial
  4. Perfil do personagem no Site Oficial
  5. Perfil do personagem no Site Oficial
  6. Anime Os Cavaleiros do Zodíaco - Episódio 61
  7. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 10
    Capítulo 37
  8. Anime Os Cavaleiros do Zodíaco - Episódio 73
  9. Anime Os Cavaleiros do Zodíaco - Episódio 74
  10. Anime Os Cavaleiros do Zodíaco - Episódio 100
  11. Anime Os Cavaleiros do Zodíaco - Episódio 114
  12. Novela Saint Seiya: Gigantomaquia - A História de Sangue - Sangue - Parte 2
Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.