FANDOM


Artigo
Galeria


Uma misteriosa amazona, sempre cuidando secretamente de Seiya.

Enciclopédia Oficial.

Marin de Águia é uma Amazona de Prata do século XX. Marin foi mestra de Seiya de Pégaso e o treinou para ser Cavaleiro de Pégaso.

Origem do Nome

Do japonês, significa “Sino que anuncia o mal”. O significado do nome dela é aludido pelos sinos que ela e seu irmão Toma de Ícaro possuem.

Aparência

Marin parece atraente e tem um corpo bem proporcionado. Tem cabelos castanhos. A verdadeira cor dos seus olhos é desconhecida.

A aparência de seu verdadeiro rosto completo é desconhecida, já que em todas as ocasiões em que ela estava sem máscara, a face dela era vista por trás, como no capítulo 1 do mangá, ou seu cabelo lhe cobria os olhos, como na Batalha das Doze Casas, quando ela ajuda Seiya lhe emprestando a máscara para deixá-lo passar pelo Caminho das Rosas de Afrodite de Peixes livre do efeito entorpecente das flores.

Personalidade

Marin demonstrou sua personalidade como toda Amazona de Atena, justa e corajosa para defender os fracos. Era forte o suficiente para Seiya pelo o início da série, como seu mestre, mas também mostra preocupação dele, como foi mostrado após sua luta com Hades , ou quando ele estava indo para ser morto por Toma . Em Tenkai Hen mostrou afeição por seu irmão perdido, segurando seu corpo logo após ser derrotado por seu pupilo Seiya de Pegasus .

Assim como Seiya sempre teve a ilusão de encontrar seu irmão perdido, alguns santos de prata presumiram que eram os mesmos irmãos que não se reconheciam, algo que é curioso sobre o enredo da série original é o fato de que Ela mencionou que Marin perdeu a memória quando a máscara foi colocada no Santuário, algo que não é usado novamente no enredo (ela tem memórias muito vivas durante a Próxima Dimensão).

Histórico

Saga do Santuário

Marin treina Seiya

Marin treina Seiya.

Mangá - Em um noite de céu estrelado, Marin e Seiya treinam nos limites do Santuário, chegando a assustar um casal de turistas japoneses. A Amazona de Prata insiste dar continuidade ao treinamento, mas Seiya diz estar preparado. Marin não acredita e aplica golpes que Seiya não pode ver. Marin comenta sobre Cassius, o qual havia adquirido o poder destrutivo dos Cavaleiros para decapitar seus adversários, dizendo que amanhã bastaria ele tocar em Seiya e venceria. Seiya volta a dizer que fora bem treinado e não perderia. Marin pede que o garoto lhe desse uma prova do que dizia. Seiya faz explodir seu Cosmo e abre uma cratera no chão.

No dia seguinte, nas arenas do Santuário, o Grande Mestre preside a batalha entre Seiya e Cassius pelo título de Cavaleiro. Shaina de Ofiúco interrompe o discurso, acusando Seiya de haver tentado fugir noite passada. Marin nega, dizendo que apenas realizaram um treinamento especial. O Grande Mestre autoriza o início da luta, onde Seiya mostra todo seu potencial e derrota Cassius, recebendo a Armadura de Bronze de Pégaso.

SEIYA EM COMPANHIA DE SUA MESTRA, MARIN

Marin e Seiya antes de se despedirem.

A noite, alertada por um pressentimento, Marin instrui Seiya de fugir do Santuário. A fuga não tem o sucesso esperado, Shaina intercepta ambos, mestre e pupilo. Shaina pergunta se Marin estaria disposta a enfrentá-la para proteger Seiya. Marin se nega a lutar, dizendo que se Seiya quisesse retornar ao Japão deveria fazê-lo por si mesmo. Seiya ao enfrentar a Amazona de Ofiúco, e apenas depois de vestir a Armadura consegue amplificar seu Cosmo e superar sua adversária. Próximos ao porto, Marin se despede de Seiya. Ela ainda pergunta ao menino o que ele pretendia fazer com a Armadura ao chegar ao Japão. Seiya diz que responderia se Marin lhe mostrasse seu rosto, o que a Amazona nega.

Batalha contra os Cavaleiros de Prata

MISTY DÁ A IDEIA DE CONTINUAREM A CAÇAR OS CAVALEIROS DE BRONZE

Marin e Misty vão atrás dos Cavaleiros de Bronze.

Devido os Cavaleiros de Bronze terem infligidos as regras de Atena - lutarem por interesses pessoais - o Santuário os condena a morte. O Grande Mestre despacha os Cavaleiros de Prata para executarem a pena. Marin forma dupla com Misty de Lagarto, indo atrás de Seiya. Misty se mostra bem superior, não tendo dificuldades em subjugar o Cavaleiro de Pégaso.

Marin simula matar Seiya

Marin simula matar Seiya.

Querendo salvar a vida de seu pupilo, Marin simula matar Seiya. Aquilo ganha algum tempo ao Cavaleiro de Pégaso que consegue renovar forças e derrotar Misty.

ASTERION REVELA SUA CAPACIDADE DE LER MENTES

Asterion lê os pensamentos de Marin e expõe sua traição.

Posteriormente Marin, acompanhada de Asterion de Cães de Caça e Moses de Baleia, regressa ao local da batalha, deparando-se com o corpo de Misty. Os Cavaleiros de Prata não entendem o que aconteceu, achavam que Marin havia acabado com Seiya. Questionada, a Amazona mantém-se em silêncio. Asterion lê os pensamentos de Marin, expondo sua real participação e traição. Marin tenta resistir, mas enfrentando Asterion e Moses ao mesmo tempo é demais. O Cavaleiro de Baleia golpeia com seu ataque, Força Explosiva de Kaitos, deixando Marin inconsciente. Quando Moses ia aplicar o golpe final, Asterion o impede, tendo a ideia de usar Marin como isca para atrair Seiya.

O calvário de Marin

Marin é acorrentada.

A Amazona é então acorrentada de cabeça para baixo, a uma cruz de madeira, e deixada para morrer na subida da maré. Seiya chega e consegue derrotar Moses, mas é derrotado por Asterion em seguida. Quando esse ia eliminar o Cavaleiro de Pégaso, Marin o surpreende havendo se soltado das correntes (no anime é Kiki quem auxilia). Asterion mantém-se confiante, e tenta ler a mente da Amazona. Desta vez, no entanto, Marin consegue esvaziar sua mente deixando-a em branco. O Cavaleiro de Cães de Caça parte para o combate corpo a corpo. Marin antecipa-se aos movimentos do rival, e enxergando através das ilusões, atinge Asterion com seu Lampejo da Águia.
PRESTES A MORRER, ASTERION QUESTIONA AS INTENÇÕES DE MARIN DE TRAIR O SANTUÁRIO

Marin derrota Asterion.

Marin poupa a vida de Asterion, dizendo para que o mesmo voltasse ao Santuário e informasse todos os acontecimentos. Asterion pergunta se Marin pretendia começar uma revolta contra o Santuário, e se a Amazona estava preparada para as consequências. Marin diz estar ciente do que poderia acontecer, mas enxerga um futuro onde o mal instalado no Santuário não mais existiria. Quando Seiya recupera os sentidos, encontra uma mensagem na areia, escrita por Marin, no qual ela lhe pedia que protegesse Atena.

Batalha das Doze Casas

Jaki tortura Marin

Marin é torturada por Jaki.

Durante a batalha entre os Cavaleiros de Bronze contra os Cavaleiros de Ouro, Marin retorna ao Santuário. Querendo ajudar seu pupilo a proteger a deusa Atena, Marin acaba interceptada por Jaki, um soldado de extrema crueldade cujo único interesse era poder matar. Marin despreza o comportamento de Jaki e tenta derrubá-lo, mas Jaki, apesar de ser apenas um soldado raso, dá trabalho a Amazona de Prata. Intencionando torturá-la até a morte, Jaki se desequilibra e cai no precipício, levando Marin junto. A Amazona sobrevive e segue para as Doze Casas. Essa batalha é exclusiva da adaptação em anime.

Marin empresta sua máscara a Seiya

Marin empresta sua máscara a Seiya.

Marin consegue alcançar seu objetivo, chegando no caminho entre a Casa de Peixes e a Sala do Grande Mestre. Seiya havia caído inconsciente devido o efeito das Rosas Diabólicas Reais. Marin não pensa duas vezes e tira sua máscara e a coloca em Seiya. O Cavaleiro de Pégaso recobra aos poucos a consciência, ao mesmo tempo em que Marin é exposta aos efeitos nocivo das rosas. Seiya inflama seu Cosmo e com o ataque Meteoro de Pégaso destrói as rosas. Seiya devolve a máscara de Marin, sem olhar para seu rosto, e deixa sua mestra aos cuidados de Shaina, que aparece para ajudar a dupla. Depois de recobrar os sentidos, Marin conta que visitou Star Hill e encontrou o corpo do verdadeiro Grande Mestre e que Seiya enfrentava um impostor.

Saga de Asgard

Marin visita Aldebaran

Marin visita Aldebaran.

Hilda de Polaris, representante de Odin em Asgard, país localizado no extremo norte da Europa, declara guerra ao Santuário de Atena. Marin visita Aldebaran de Touro, que havia sido derrotado por Shido de Mizar. Aldebaran comenta que, durante a luta, sentiu outra cosmo-energia atuando nas sombras, o que acabou fazendo-o perder. Com essa informação, Marin parte para Asgard para auxiliar os Cavaleiros de Bronze. Eventualmente a Amazona de Águia cruza o caminho com Alberich de Megrez, considerado o cérebro mais brilhante de Asgard.

Alberich enfrenta Marin

Alberich enfrenta Marin.

Alberich faz jus a sua reputação, revelando saber tudo sobre o dogma envolvendo as Amazonas que servem Atena. Alberich tenta saber o propósito de Marin, mas a Amazona nada diz. O Guerreiro Deus emprega métodos escusos para vencer, como espirrar um liquido corrosivo na máscara de Marin, a deixando desorientada. Apesar das limitações, a Amazona de Prata segue combatendo, aplicando golpes poderosos em Alberich. Apesar da bravura, Marin acaba aprisionada na Couraça Ametista. Marin é liberta após a derrota de Alberich, conseguindo alertar Seiya e subsequentemente Shaina de Ofiúco que tomassem cuidado com Shido.

Saga de Poseidon

Kasa de Lymnades personifica a imagem de Marin

Kasa de Lymnades se transforma em Marin, mostrando o que seria seu suposto rosto.

Pilar do Oceano Antártico - Marin não faz qualquer participação contra Poseidon, no entanto, sua imagem é usada para enganar Seiya. Na ocasião o General Marina Kasa de Lymnades, com poderes de copiar a aparência e personalidade do ente querido dos inimigos, usa a imagem de Marin para mexer com o emocional de Seiya, fazendo-o crer que Marin era sua irmã.

Saga de Hades

Marin apresenta Seika a Shaina

Marin apresenta Seika a Shaina.

Após os eventos de Poseidon, Marin desaparece por motivos desconhecidos, voltando só muito depois, quando as batalhas contra as tropas de Hades estão prestes a acabar. Sua ausência é explicada pela mesma que esteve procurando pela irmã perdida de Seiya, Seika, a encontrando vivendo no vilarejo próximo ao Santuário. Tragicamente a mesma sofreu um acidente e perdeu a memória, não tendo recordações de seu irmão. Juntamente com Shaina, Kiki e os outros Cavaleiros de Bronze, ela defende Seika contra um ataque de Thanatos, conseguindo protegê-la dos ataques do deus da morte. Posteriormente Marin e todos os outros observam a luz do sol surgir novamente, confirmando que Hades havia sido derrotado.

Next Dimension

TomavsMarincomSeiya

Marin protege Seiya

Marin aparece, logo após a chegada de Tohma, que tinha a missão de matar Seiya, a Amazona salva seu púpilo e inicia uma rápida batalha contra o anjo.
MarinencontraShina

Marin encontra Shaina nas ruínas da Casa de Serpentário.

Tohma levanta a cadeira de rodas de Seiya e a joga contra Marin, que fica com a guarda baixa, dando chances para o anjo atacar, nesse momento surge Hyoga de Cisne e posteriormente Shaina de Ofiúco, que ajudam na batalha, fazendo com que Tohma fuja, e salvam Seiya.

Quando Shaina decide subir as Dozes Casas, pede para que Marin cuide de Seiya. Preocupada, Marin segue atrás de Shaina encontrando nas ruínas da 13° Casa a de Serpentário. Não se sentindo bem, Shaina começa a dizer que o fim está próximo, não só para o Santuário como para o mundo todo. Inexplicavelmente Shaina ataca Marin que é obrigada a travar uma luta contra sua companheira, a vencendo com o Lampejo da Águia.

Após nocautear sua companheira, Marin começa a sentir um cosmo emanando das ruínas da Casa de Ofiúco, cosmo esse a Amazona nota, pela pujança, assemelha-se ao Cosmo de um deus. Caminhando pelo lugar, Marin encontra algo brilhando na terra. Escavando um pouco desenterra uma flecha de ouro. Marin se lembra que o Cavaleiro de Sagitário era o único com permissão de portar flechas, e que nunca vira uma flecha como aquela. Virando-se para a Casa de Sagitário, Marin sente uma estranha cosmo-energia emanando de lá.

Marin na Casa de Sagitário

Marin, na Casa de Sagitário, constata que segurava a Flecha da Deusa.

Imaginando que encontraria lá parte das respostas, Marin parte rumo a Casa de Sagitário, se espantando ao chegar quando olha a parede, onde o Testamento de Aiolos deveria estar, notando que o mesmo estava desaparecendo e voltando. Marin imagina se a alma de Aiolos havia atravessado o espaço-tempo para ajudar os Cavaleiros de Bronze. Aquilo a faz se lembrar de uma história que ouvira, em que a própria Atena dos tempos mitológicos entregara a Flecha da Deusa ao Cavaleiro de Sagitário, que vem passanda de geração em geração a todos esses Cavaleiros, até haver se perdido. Aquela flecha que Marin segurava seria a tal Flecha da Deusa. A Amazona se pergunta se o aparecimento daquela flecha indicaria sorte ou infortúnios a frente.

Outras Aparições

Os Cavaleiros do Zodíaco: Prólogo do Céu

Marin e Toma

Marin ampara Tohma.

Marin surge pela primeira vez amparando um desalentado Seiya. AAmazona está a par dos eventos que culminaram na vinda de Ártemis bem como a destituição de Atena do cargo de protetora da terra. Marin não se envolve diretamente nas batalhas contra Ártemis e seus Anjos Celestes, focando atenção em encontrar seu irmão mais novo, de que fora separada. Ao se encontrar com Toma de Ícaro Marin sente uma sensação familiar. Posteriormente Marin confirma suas suspeitas de que ela e Toma eram de fato irmãos. A Amazna de Águia termina o filme abraçada ao irmão, testemunhando o choque de Cosmos entre Seiya e Apolo.

Habilidades de luta

Como Amazona de Prata, Marin possui maestria avançada do Cosmo, dando-lhe habilidades superiores às de um Cavaleiro de Bronze, como força sobre-humana e velocidade situada normalmente entre Mach 2 e Mach 3. Marin é capaz de gerar ilusões de si mesma enquanto golpeia seu adversário por outro ângulo, técnica que utiliza ao confrontar Moses.

Seu ponto forte são golpes estratégicos de grande agilidade e precisão, aliados à capacidade de identificar os pontos fracos do oponente. Marin tem grande capacidade de observação, sabendo adaptar-se rapidamente a qualquer tipo de situação e agir racionalmente.


Técnicas Secretas

1100

Meteoro

Marin-lampejodaaguia

Lampejo da Águia

Bonecos

Marin CM
Cloth Myth

Curiosidades

  • No mangá, Marin aparece para auxiliar Seiya, quando esse havia cruzado a Casa de Peixes e tombado pelo efeito das Rosas Diabólicas Reais, no caminho que levava a Sala do Grande Mestre. Já no anime, Marin vem a descobrir um atalho pelas Doze Casas, o que permite chegar a tempo de salvar seu pupilo. Em ambos os casos, a obra dá a entender que existem rotas alternativas para se passar pelas Doze Casas.

Referências

  1. Perfil da personagem no Site Oficial
  1. REDIRECIONAMENTO Predefinição:Cavaleiros de Atena
Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.