FANDOM


Artigo
Galeria

O lendário Cavaleiro Menestrel!!

Coleção Anime Classics - O Santo Guerreiro

Orfeu de Lira (Orfeu de Harpa, nas duas dublagens brasileiras) é um dos Cavaleiros Fantasmas, revividos pela Deusa Éris no filme O Santo Guerreiro.

Etimologia

Orfeu vem do grego Ὀρφεύς (Orféf̱s), que possui origens incertas, mas foi ligado por alguns pesquisadores ao termo ὀρφανός (orfanós), que significa "órfão" ou "aquele que fora orfanado". 

Características

Aparência

A aparência de Orfeu foi feita de forma a relembrar a aparência de Shun de Andrômeda. Orfeu aparenta ser um jovem rapaz por volta de 15 a 20 anos com um físico esbelto porém atlético. Ele tem olhos escuros e vazio com os de um cego e cabelos índigo arroxeados que alcançam a sua cintura.

Personalidade

Antes de sua morte, Orfeu foi um valoroso Cavaleiro de Atena, tendo lhe servido da maneira correta. Depois de ser ressuscitado por Éris, Orfeu buscou vingança contra sua antiga deusa por ter permitido que ele fosse esquecido.

Como os outros Cavaleiros Fantasmas, Orfeu tem uma personalidade sádica e cruel, embora ele aparente ser o mais calmo e tranquilo deles. Também demonstrou ser mentalmente forte, já que não se deixou abalar pelo "Golpe Fantasma de Fênix" de Ikki, afirmando que não há como torturar alguém que já foi torturado no inferno.

História

Réquiem de Cordas
Reunião cavaleiros fantasmas

Os cavaleiros fantasmas apresentam-se a Éris.

ORFEU SENDO RESSUSCITADO POR ÉRIS

Orfeu ressuscitado por Éris.

Em uma era passada, Orfeu fora um cavaleiro famoso, conhecido como "o lendário cavaleiro menestrel". Depois de sua morte, é enviado ao Meikai, mas ganha um novo corpo após jurar fidelidade a Éris, a deusa da discórdia, sendo renascido no século XX. Quando Eiri é atraída pelo cometa Repulse e vai a seu encontro, o Santuário de Éris começa a se reerguer nas montanhas de Hokkaido, e quando o Pomo Dourado é tocada por ela e a deusa retorna completamente.

Orfeu acorda junto a outros escolhidos., surgindo perante Éris na companhia de Maya de Flecha, Yan de Escudo e Khristós de Cruzeiro do Sul, logo após Jaga de Órion, e apresenta-se para Éris.

Orfeu templo

Orfeu toca sua lira na área que lhe fora designada no santuário de Éris.

Algum tempo depois, ele espera pelos Cavaleiros de Bronze desafiados pela deusa Éris, e toca sua lira em uma área com muitas estátuas gregas antigas até ser encontrado por Shun de Andrômeda. Após a troca de algumas palavras, Orfeu ataca sem aviso usando sua técnica Réquiem de Cordas, envolvendo o corpo de Shun com diversas linhas cortantes. Quando estava prestes a decepar a cabeça de Andrômeda, Orfeu é surpreendido por Ikki de Fênix, que corta todas as linhas e salva seu irmão.

O cavaleiro fantasma conta a Fênix que, se não tivesse se intrometido, Shun teria uma morte
ORFEU TEM SUA ARMADURA DE LIRA FEITA EM PEDAÇOS

Ikki manda Orfeu de volta para o Inferno.

tranquila, e o outro responde com seu Golpe Fantasma de Fênix, que faz Orfeu rever uma cena de seu passado, seguida de uma vívida visão de um inferno flamejante. Ikki se vira, dizendo que a mente de Lira já estava destruída, ao que ele começa a rir. Ele diz que, como cavaleiro fantasma, não teme o inferno, por já ter estado nele. Quando Fênix o esnoba por ter vendido sua alma, Orfeu o ataca com seu Réquiem de Cordas, esquecendo-se da regra de ouro do combate entre cavaleiros - o mesmo golpe não funciona duas vezes contra um cavaleiro - em sua fúria. Como Ikki havia visto a técnica secreta, ele é capaz de ver sua fraqueza e esquivar-se das linhas, lançando sua Ave Fênix no cavaleiro fantasma, derrotando-o e causando ferimentos mortais, destruindo sua armadura renascida.


Habilidades de Luta

Técnicas Secretas

Requiem de Cordas

Réquiem de Cordas


Curiosidades

  • Orfeu de Harpa, como é chamado em ambas as dublagens, é um erro de adaptação, já que a constelação guardiã dele é Lira.
  • Mais adiante, o personagem serviu de inspiração para a criação de Mime de Benetnasch na saga de Asgard.
  • Para não causar confusões, Kurumada resolveu usar o nome Orphée (inspirado pelo filme francês de mesmo nome) quando introduziu o cavaleiro de Lira na Saga de Hades, indicando que eles não são o mesmo personagem.

Referências Bibliográficas e Notas

  1. 伝説の吟遊詩人; densetsu no gin'yūshijin, também traduzível como menestrel ou trovador.
Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.