FANDOM


O traidor do Santuário entre o bem e o mal!

Enciclopédia Oficial.[1]

Saga de Gêmeos (双子座ジェミニのサガ Jemini no Saga?) é o irmão gêmeo mais velho de Kanon, pedestinado a se tonar o Cavaleiro de Ouro de Gêmeos do século XX, que antigamente era tido como o próximo sucessor do Grande Mestre, tendo todas as características necessárias para o posto – humanidade, habilidade e força física. Dado como desaparecido há treze anos, no mangá, ele esteve escondido por todo esse tempo sob a máscara do Grande Mestre, depois de assassiná-lo e tomar seu posto como governante do Santuário. No anime, ele toma o lugar do irmão do Grande Mestre, Ares. Seu plano era matar Atena e dominar o mundo. Na verdade, Saga tinha dupla personalidade, oscilando entre extremos do bem e do mal. Dentro dele, esses opostos estavam sempre lutando entre si. Depois de ter seu coração purificado, ele mesmo tira sua própria vida.


Características

Etimologia

A etimologia de seu nome é de certa forma misteriosa, mas há algumas possibilidades. O substantivo saga deriva do vocábulo da língua gótica saega, que significa "o que se diz", do qual deriva a palavra islandesa saga (plural sögur). O vocábulo é relacionado com o inglês say e com o alemão sagen ("dizer"). O asteroide 1163 Saga segue esta etimologia, e o nome é famoso no Reino da Suécia. Na mitologia nórdica, Sága é uma deusa associada à sabedoria. Seu nome é por vezes traduzido como "vidente" ou "profeta", e relacionado ao termo nórdico antigo sjá (do protogermânico sehwan), que significa "ver".

Gemini ou, em português, Gêmeos é o terceiro signo zodiacal e uma constelação moderna. O termo em si é outro nome para os dióscuros (do latim dioscūrī, que vêm do grego Διόσκουροι dioskouroi, "filhos de Zeus") da mitologia grega, Castor e Pólux, que emprestam seus nomes para as estrelas mais brilhantes da constelação, Castor (Alpha Geminorum) e Pollux (Beta Geminorum), sendo que Pollux é a verdadeiramente mais brilhante, e Castor é na verdade um sistema estelar composto de duas estrelas principais, Castor A e Castor B.

Aparência

Saga 8

Saga, personalidade verdadeira (anime).

Saga é um homem de pela clara e estatura alta, possuindo um corpo consideravelmente musculoso. Possui longos cabelos loiros (azuis-violeta no anime) que se dividem em uma pequena franja na frente e olhos azuis escuros levemente esverdeados que dão a passar uma expressão serena.

Saga 16

Saga, personalidade maligna causada por Lêmur (anime).

Quando a sua personalidade maligna aparece e assume o controle do seu corpo, seus cabelos mudam para negros (branco-acinzentados no Anime) e seu olhar é totalmente tomado pela loucura - notoriamente, suas escleróticas ("branco" dos olhos) tornam-se vermelhas como sangue.[1]

Saga de Gêmeos

Saga, ao retornar como Espectro de Hades (anime).

Quando retornou como espectro em Hades, seus olhos adquiriram um purpura escuro bem como seu cabelo diferenciando-se bastante de sua aparência original.

Kurumada descreve os irmãos gêmeos Saga e Kanon em seu Mangá como sendo extremamente belos. Isso foi provavelmente uma referência ao mito associado à Constelação de Gêmeos, que representa Castor e Pollux, irmãos de Helena de Tróia.

Personalidade

Saga é visto como um grande estrategista por ter conseguido se colocar no controle do Santuário (embora de maneira injusta) por 13 anos. Ele é frequentemente descrito por outros personagens como alguém com a bondade de um anjo, mas com a escuridão de um demônio. Essa ambivalência acabou criando uma dupla personalidade: um Saga bondoso que era extremamente leal a Atena e um maligno que teve controle do corpo por boa parte do tempo e matou o Grande Mestre anterior para tomar seu lugar. A criação de sua personalidade "maligna" foi influenciada pela Estrela do Infortúnio que adentrou em seu corpo e mente quando ainda era um bebê.

Saga 14

Saga oscilando entre o bem e o mal.

É curioso a dinâmica entre suas personalidades, a boa, natural de si e a má, causada pela estrela do infortúnio. Ambas interagem como se fossem duas entidades que oscilam entre um só corpo, sempre uma combatendo a outra, e apesar da personalidade má ter tido o controle em maior parte do tempo, a boa nunca deixou a outra realizar atos que a primeira considerava "cruciais" para a dominação do mundo. Os dois "lados" podem se comunicar entre si, como visto durante a Batalha das Doze Casas, onde a face boa de Saga impede que a face má envie Seiya para "Outra Dimensão", anulando o golpe. E também, na luta contra Shun (após ser atingido a longa distância pela Corrente de Andrômeda), quando a face benigna aconselha a maligna a desfazer as ilusões na Casa de Gêmeos.

Destacando sua personalidade em sua forma "maligna" causada por Lemur, Saga era um homem que calculava cada passo seu e avaliava as situações presenciadas com frieza e força, fazendo de tudo para manter sua "ordem" e usas opiniões de modo à causar medo e imponência. Suas características ditadoras eram tamanhas que adotará construirá leis tão severas a ponto de, no caso de um desertor por exemplo, não bastava apenas a morte e sim tortura-lo da pior maneira até que este não resisti-se. Ele também matou ou mandou matar aqueles que ele tinha conhecimento que descobriram a verdade ou que suspeitavam dela, como vários criados como relatado por Marin e também encomendará os assassinatos de Aiolos, Daidalos, Mestre Ancião, os Cavaleiros de Bronze, dentre outros.

Saga 18

A visão de Saga que apenas ele poderia ser um Deus e que ele se tornaria um Deus

Por conseguinte, nota-se também sua crença em ser um Deus, visto que constatava que tendo o controle de Niké e Aegis ele poderia destronar Poseidon, Hades e Zeus, pois para si só ele poderia liderar a Terra de Deuses que visam apenas destruí-las e que ele era o único ser humano com a capacidade de governar a terra, acreditando em suas avaliações que se tornaria um Deus.

Finalmente, depois de que a personalidade maligna foi totalmente eliminada do corpo de Saga quando este entrou no trajeto da luz que erradicava pelo Escudo de Atena, sua personalidade voltou ao original, não existia separação entre bem ou mal, e sim a verdadeira, aquela que todos conheciam e admiravam.

Em Hades, mesmo sendo apenas ele mesmo, teve que carregar o fardo de ser considerado um traidor atrás da cabeça de Atena, e apesar de tudo manter-si firme mesmo quando reencontrou seu irmão lutando por Atena, chorando por ele finalmente estar do lado da justiça. Ademais, Saga levava sua missão tão a sério que aceitou rapidamente que teriam que usar a Exclamação de Atena para matar Shaka e convenceu Camus e Shura que estavam relutantes, que tudo aquilo era pela justiça, tal que sua alma lacrimejava sangue, como visto por Mu. Logo ele ainda investiu a mesma técnica contra Aioria, Milo e Mu, e mesmo depois da elevação da técnica para o céu, ele ainda se levantava para terminar sua missão; até que teve finalmente morreu no Castelo de Hades, confiando Atena aos Santos de Bronze.

Referente a suas relações é sempre evidenciado a grande amizade que Saga sempre teve com Aioros, tal que sua alma chorou brevemente entre seus relances entre o bem e o mal várias vezes ao longo de sua estádia como Grande Mestre; e com o Patriarca original, Saga sempre teve um alto grau de respeito por ele, todos esse sentimentos por Aioros e Shion se deram quando ele era ele mesmo. Ele possui uma estreita afiliação com Shura, Mascara da Morte e Afrodite que o seguiam fielmente em sua campanha maligna, apesar de os três, em suas diferentes interpretações, conhecerem a verdade sobre sua identidade (ou pelo menos parte dela. Também é notável o respeito, não só como Grande Mestre, mas como Cavaleiro de Ouro que seus iguais tinham por ele, o apontando como um homem nobre e justo.

Kanon conversa com Saga

Saga e Kanon, discutindo sobre o bem e o mal e sobre suas distinções em relação aos dois conceitos.

A dinâmica entre ele e seu irmão gêmeo, sempre fora boa, até o momento em que o menor sugeriu que ambos dominassem o Santuário o obrigando a prende-lo no Cabo Sunion para a morte, já que ele era um perigo iminente. quando os dois se reencontraram na Casa de Gêmeos, Saga relata que sempre pensava em seu irmão e sentiu tristeza quando constatou que ele tinha sido tragado para receber o castigo dos Deuses quando ser corpo desapareceu de seu carcere. Depois que Kanon realmente prova seu valor e seu arrependimento, Saga chora, orgulhoso que seu irmão tinha finalmente se regenerado e se tornado um Cavaleiro Justo e leal a Atena. No inferno a alma de Kanon se une à de Saga no Muro das Lamentações para atuarem aquela única vez juntos, como nunca aconteceu.

Em último, Saga também era um crente devoto a Vontade de Atena, que em suas várias chances de mata-lá (tomado por sua personalidade maligna) sempre vacilou em fazer, dando chance a um terceiro para que á salvasse. E quando ressuscitou para assassina-lá em nome do imperador do Submundo, ele contrariamente se colocou ao extremo capaz de causar a destruição e extinguir a vida de seus companheiros se isso ajudasse a salvar a vida de sua deusa e fortalece-la conta guerra final contra Hades; carregando em uma expressão fria toda culpa e remorso em nome dela.

Histórico

Chegada ao Santuário e possessão

Shion encontra os três Gêmeos

Shion segurando Saga e Kanon, e percebendo que o terceiro bebê era a Estrela do Infortúnio.

Como previsto por Shion o primeiro cavaleiro de ouro seria teletransportado diretamente para o Santúario quando nascesse; e este era Saga, que cai em forma de estrela cadente no Templo de Gêmeos junto ao seu irmão gêmeo Kanon e um terceiro bebê. Shion chega no local e o segura, reconhecendo como o novo cavaleiro de gêmeos daquela era, e logo encontra seu irmão; porém quando Shion, instruído por Dohko, hesita em matar o terceiro bebê que era a estrela do infortúnio de Ker, ela logo apaga as memória do Patriarca e do ancião, e invade o corpo de Saga, gerando a partir daquele momento sua personalidade maligna.

Queda para o mal, tentativa de assassinar Atena e mortes de Shion e Aioros

Passado alguns anos, quando a pequena deusa Atena nasce perante a estatua de Atena, Shion convoca uma reunião com todos os cavaleiros de ouro para apresenta-la e ponderar que a nova guerra santa contra Hades se aproxima, e logo depois diz que escolherá um sucessor dentre os doze (Exceto Dohko); então Saga ouve de Shura que só ele e Aioros era fortes o suficiente para concorrerem ao cargo, a qual Shion afirma que sim.
Saga adorado como um deus

Nas palavras de Aioros: "Saga sendo adorado como um deus pelos habitantes dos vilarejos próximos".

Em algum lugar do Santuário, Saga está repousado sobre um pilar tendo um pesadelo, em que ouvia vozes dizendo que ele era a reencarnação do mal, de repente ele acorda e encontra Aioros o observando que diz que ele está melancólico ultimamente, e logo diz que está pensando em indica-lo para ser o novo Patriarca, o que o surpreende, Aioros completa dizendo que não há ser humano mais puro que ele na terra e por isso é adorando na aldeias próximas ao Santuário como um Deus. Para a surpresa de Aioros, Saga grita que ele estava e errado e foge dali.

Em algum momento depois Saga estava em um lago, quando uma imagem de si mesmo com uma expressão maligna diz que ele é mau e que deveria escravizar os humanos ao invés de protegê-lo.

Saga aprisiona Kanon no Cabo Sunion

Saga aprisiona Kanon no Cabo Súnion.

Depois que Shion escolhe Aioros como seu sucessor; enquanto caminhava Saga encontra seu irmão Kanon e este lhe aconselha a matar Atena e o Grande Mestre que escolherá Aioros em seu lugar, Saga discute e então Kanon diz que ele mesmo era mau, e que fez coisas más por que esta era sua vontade, então afirma que sendo da mesma linhagem Saga deveria ser o puro mau, Saga então se irrita e ataca Kanon que firma ainda mais sua opinião. Vendo que não havia alternativa, sem querer matar Kanon ele o trancafia na prisão do rochedo do Cabo Súnion entregando Kanon a julgo dos deuses, Kanon protesta e quando Saga já estava preste a desaparecer, Kanon com suas palavras consegue despertar o personalidade maligna de Saga, então ri por isso, enquanto o Gêmeo maior desaparecia.

Posteriormente, Saga vai até Star Hill, e discute com Shion o porque de ele não ter sido selecionado como o novo Grande Mestre, nesse momento Shion diz que conhece sua maldade, apesar de sua aparante boa índole, Saga perturbado é acometido por sua personalidade ruim e mata o Grande Mestre tomando seu lugar, proclamando que governará a terra no lugar de Atena [2]

Aiolos impede Saga de matar Atena

Aiolos impede Saga de matar o bebê Atena.

Saga, com os trajes de Grande Mestre, tenta assassinar a deusa Atena, que é um bebê, com uma adaga dourada, porém Aioros, que aparecerá subitamente no local, é mais rápido e consegue salvar a deusa. Então após tentar uma nova investida, a mascar caí, e Aioros descobre que o Grande Mestre é na verdade Saga. Saga tenta matar Aioros por ele ter visto o seu rosto junto com Atena, porém o Cavaleiro de Sagitário consegue fugir. Após isso, Saga acusa Aioros de ser um traidor que tentou assassinar Atena e ordena a todos que os cavaleiros de ouro ali presentes o encontrem.[3] Em um lampejo de sua verdadeira personalidade,Saga lamenta que Aioros conheceu seu outro coração, o outro homem que ele era.

Saga mais tarde, observa que Nikki a Deusa da Vitória que deveria estar na palmas da mão direita da estatua de Atena não está presente e se pergunta se Atena previu o que aconteceria e as tomou em suas pequenas mãos. Quando aioros adentra no Templo de Gêmeos sabendo que Saga não estava ali, encontra então a armadura de ouro de Gêmeos e deduz que ela deveria estar esperando o próprio Saga, ignorando-a passa a tentar atravessar a casa zodiacal antes de perceber que está perdido no Labirinto de Gêmeos, a armadura remota se forma e envia Aioros e Atena para uma dimensão diferente, porém ambos caem no mesmo lugar; enquanto isso perante a estatua de Atena saga discute com sua personalidade boa que tomou conta de seu corpo e questiona se ele queria mesmo controlar a terra, a qual a personalidade boa que dominava o corpo responde que um dia Atena voltaria e ele teria que prestar contas pelo ques estava fazendo.

Mais tarde, quando Saga recuperou o controle de seu corpo brevemente, ele tentou recorrer ao suicídio pelo mal que fizera, entretanto, ele fora impedido por Ker, que o ordenou a matar a deusa da terra e até que realizasse isso, ela o impediria de morrer a fim de que não interrompesse a missão de Lemur. Depois disso é desconhecido o que houve posteriormente.

Saga do Santuário

Guerra Galáctica

Treze anos depois, no Coliseu do Santuário, Saga, sob o disfarce de Grande Mestre, diz para Cassios e Seiya que os dois lutarão entre si e que aquele que vencer o outro, ganhará o título de Cavaleiro Sagrado de Atena.[4] O combate está prestes a começar, mas Shaina, mestra de Cassios, protesta contra Seiya, por ele ser um oriental e que, portanto, não deveria se tornar um Cavaleiro. Aiolia aparece em defesa do aprendiz de Marin e Saga dá razão a ele. O combate entre Cassios e Seiya então começa.[4] Após Seiya vencer Cassios, Saga entrega a Armadura de Pégaso para ele, dizendo que a Armadura só pode ser usada em defesa da justiça e avisa a Seiya que se ele desobedecer essa regra e abusar do esplendor da Armadura, todos os Cavaleiros surgirão da terra para mata-lo.[5]

Os Cavaleiros de Prata

Após Seiya e os outros Cavaleiros de Bronze quebrarem as regras do Santuário, lutando na Guerra Galáctica por motivos pessoais, Saga envia Misty, Marin, Moses, Asterion e Babel para eliminarem os Cavaleiros de Bronze,[6][7] e Jamian, Shaina, Capella, Dante e Algol para destruírem o Coliseu da Fundação Graad e sequestrarem Saori Kido.[8]

Os Cavaleiros de Ouro

Após os Cavaleiros de Bronze derrotarem os Cavaleiros de Prata, Saga decide que é hora de pedir ajuda aos Cavaleiros de Ouro. Saga convoca Aiolia e Milo em sua sala e revela aos dois Cavaleiros de Ouro que cinco Cavaleiros de Bronze derrotaram dez Cavaleiros de Prata, que Marin os traiu e que a Armadura de Ouro de Sagitário, desaparecida há treze anos, está com os Cavaleiros de Bronze.[9] Saga pede para que os dois Cavaleiros de Ouro acabem com os Cavaleiros de Bronze, mas Aiolia decide acabar com eles sozinho. Em seguida, Aiolia parte para o Japão.[9]

Saga usa o Satã Imperial em Aiolia

Saga atinge Aiolia com o Satã Imperial.

Após descobrir que seu irmão não era um traidor, Aiolia volta para o Santuário, onde ele cobra a verdade do Grande Mestre (Saga), que diz que Aiolia descobriu a verdadeira história (sobre Aiolos não ser um traidor) e que por isso deve morrer.[3] Sua cor de cabelo muda repentinamente do loiro para o preto, Saga começa a lutar contra Aiolia. Pouco tempo depois, a luta é interrompida por Shaka.[3] Aiolia e Shaka começam a lutar, o que os leva a uma Guerra de Mil Dias.[10] Saga aproveita que Aiolia está ocupado enfrentando Shaka e lança o Satã Imperial nele, ganhando controle sobre a mente do Cavaleiro de Leão.[11]

Saga havia enviado Máscara da Morte para matar o Mestre Ancião, o Cavaleiro de Ouro de Libra, porém, o Cavaleiro de Câncer não obteve êxito devido as interferências de Shiryu e Mu.[10]

Batalha das Doze Casas

Os Cavaleiros de Bronze e Saori vão ao Santuário, já imaginando que o Cavaleiro responsável pelos acontecimentos é Gêmeos. Saga consegue atingir o coração de Atena por meio de uma flecha dourada disparada por um de seus subordinados, o Cavaleiro de Prata, Ptolemy de Flecha, que é derrotado facilmente por Seiya e revela aos Cavaleiros de Bronze que o Grande Mestre é o único que pode remover a flecha do peito de Saori e que para chegar nele, os Cavaleiros de Bronze deverão atravessar as Doze Casas do Zodíaco.[12]

Saga atacando Shun com a Outra Dimensão

Saga atacando Shun com a Outra Dimensão.

Da Sala do Grande Mestre, Saga cria na Casa de Gêmeos uma ilusão conhecida como o "Labirinto de Gêmeos" e controla sua Armadura à distância para enfrentar os Cavaleiros de Bronze. Seiya e Shiryu conseguem sair facilmente da Casa de Gêmeos, pois Shiryu está cego e por isso, a ilusão de Saga não pôde afetá-lo. Saga ataca Hyoga e Shun com a Outra Dimensão, que joga Hyoga numa dimensão paralela, sem entrada e saída. Shun consegue se salvar graças as suas correntes.[13][14] Saga ataca novamente, mas Shun é salvo por Ikki que, da Ilha Canon, onde se recupera, interrompe a meditação do Saga, fazendo a ilusão na Casa de Gêmeos desaparecer, mas ela logo retorna. Shun ataca o Cavaleiro de Gêmeos com a Onda Relâmpago, que atravessa as dimensões até chegar à sala do Grande Mestre, atingindo Saga. Após uma conferência com o seu lado benigno, Saga resolve encerrar sua batalha contra Shun, deixando-o passar pela Casa de Gêmeos.[14]

Saga revelando ser o Cavaleiro de Gêmeos

Saga revela ser o Cavaleiro de Ouro de Gêmeos.

Horas depois, Seiya, graças a Marin, consegue chegar na sala do Grande Mestre. Lá, Saga revela que não pode remover a flecha do peito de Saori, mas que Seiya deve pegar o escudo da estátua de Atena no templo da mesma e colocá-lo na direção de Saori. Quando Seiya ia, os cabelos de Saga ficam negros e a personalidade má assume o controle do corpo, que não deixa Seiya passar. A Armadura de Gêmeos aparece e cobre o corpo de Saga.[15] O Cavaleiro de Gêmeos ataca Seiya com a Outra Dimensão, mas a técnica é anulada pela personalidade boa de Saga, que diz que irá impedir a personalidade má de matar Seiya. O lado maligno de Saga então resolve privar Seiya de seus cinco sentidos.[16]

Seiya, sem os seus cinco sentidos, eleva seu cosmo e dispara seus Meteoros de Pégaso, que alcançam a velocidade da luz, se transformando em raios de luz, que jogam Saga no chão. Seiya, crente de que venceu Saga, segue em direção a estátua de Atena, mas nesse exato momento, o Cavaleiro de Pégaso é atingido por Saga, mas este é surpreendido por Seiya, que usa o Turbilhão de Pégaso. A técnica de Seiya não surte efeito. O Cavaleiro de Gêmeos continua atacando Seiya e a face da justiça do elmo da Armadura de Gêmeos começa a chorar. Quando Seiya estava prestes a ser morto pelo Cavaleiro de Gêmeos, Ikki aparece e ataca o Cavaleiro de Ouro.[16]

Satã Imperial vs Golpe Fantasma de Fênix

Satã Imperial vs Golpe Fantasma de Fênix.

Ikki ataca Saga com o Ave Fênix, que joga o Cavaleiro de Gêmeos no chão. Fênix, preocupado com Seiya, corre até ele. Saga se levanta e revela que removeu todos os cinco sentidos de Seiya. Ikki ataca Saga novamente com o Ave Fênix, mas desta vez, a técnica não surte efeito em Saga, que contra-ataca devolvendo o ataque de Ikki. Ikki ataca com o Golpe Fantasma de Fênix e Saga com o Satã Imperial. Ikki é atingido pelo golpe de Gêmeos e perde a vontade própria, ficando sob o controle de Saga. O Cavaleiro de Gêmeos ordena que Ikki machuque seu próprio braço e ele o obedece. Em seguida, Saga pede para Ikki arrancar a cabeça de Seiya e Ikki novamente o obedece arrancando a cabeça do Cavaleiro de Pégaso. Por fim, Saga ordena que Ikki se suicide, mas o Cavaleiro de Gêmeos vê que Seiya continua vivo, percebendo que estava sob influência do ataque de Ikki, que tudo não passou de uma ilusão. Ikki revela que se a primeira ordem fosse degolar o Pégaso em vez de ferir seu braço, Seiya com certeza não estaria vivo.[2]

Vendo que são equivalentes no “domínio psíquico”, Saga propõe que ele e Ikki lutem em um combate corpo a corpo, já que não quer desperdiçar mil dias e mil noites. Ikki volta a atacar com o Ave Fênix e Saga contra-ataca, arremessando Ikki para cima. Em seguida, o Cavaleiro de Gêmeos ataca Ikki com sua Explosão Galáctica, que derrota o Cavaleiro de Fênix. Logo depois, Saga avisa a todos no Santuário que derrotou os Cavaleiros que vieram desafiá-lo, e revela que matou o verdadeiro Grande Mestre e que se passou por ele durante treze anos.[2]

Seiya se levanta e começa a caminhar até o Templo de Atena. Saga tenta ir atrás dele, mas é impedido por Ikki. O Cavaleiro de Gêmeos ataca Ikki e Seiya com a Explosão Galáctica e, aparentemente, os dois Cavaleiros de Bronze são pulverizados. Pouco depois, Saga percebe que Seiya continua vivo. Ikki se sacrificou servindo de escudo para protegê-lo.[17]

Saga se mata

Saga se suicida (mangá).

Todos os amigos de Seiya enviam seus Cosmos para ajudá-lo. Ele ataca Saga com o Cometa de Pégaso e segue até a estátua de Atena. Saga acorda, porém, sua personalidade boa começa a perturbá-lo. Seiya chega à estátua, pega o escudo, e o aponta para Saori no mesmo instante em que a última chama se apaga, fazendo a flecha desaparecer junto com o lado maligno de Saga, que entrou na trajetória da luz do escudo. Saori começa a subir as escadarias para encontrar seus cavaleiros. Ela se depara com Saga, que se mata pedindo perdão. Mu revela que Saga talvez fosse quem mais sofreu na batalha, sempre dividido entre o bem e o mal.[17]

Saga de Hades

Santuário

Saga ressurge como Espectro

Saga é ressuscitado como um Espectro de Hades.

Após Mu, aparentemente, derrotar Afrodite e Máscara da Morte, Saga, Shura e Camus aparecem revelando que também se aliaram a Hades, assim como Afrodite e Máscara da Morte. Os três antigos Cavaleiros atacam Mu e quando estavam prestes a dar o golpe final no Cavaleiro de Áries, Shion os impede paralisando Mu completamente. Em seguida, Shion ordena aos três antigos Cavaleiros que sigam em frente e que matem Atena em menos de doze horas.[18]

Saga, Camus e Shura conseguem passar facilmente pela Casa de Touro, já que Aldebaran foi morto previamente por Niobe de Deep (um dos espectros enviados pelo Juiz do inferno Radamanthys de Wyvern, para vigiar os cavaleiros renegados).[19]

Kanon e Saga

Kanon e Saga.

Na Casa de Gêmeos, outrora protegida por Saga, ele, Camus e Shura se deparam com o Cavaleiro de Ouro de Gêmeos. A pedido de Saga, Camus e Shura seguem em frente, mas acabam perdidos no Labirinto da Casa de Gêmeos. Saga logo vê que quem defende a terceira Casa Zodiacal é Kanon, seu irmão que utiliza as mesmas ilusões que ele utilizou no passado. Cansado das ilusões, Saga ataca seu irmão que se encontra na Sala do Grande Mestre com Atena e Milo. Uma vez que Kanon é atingido, as ilusões são desfeitas e o "Trio das Lamentações" deixa finalmente a Casa de Gêmeos. Após sair da Casa de Gêmeos, por um momento, Saga chora ao saber que seu irmão estava finalmente no lado do bem. Mesmo comovido, Saga se mantém firme e continua a sua missão, seguindo para a Casa de Câncer.[20]

Os mortos agarram Saga

Os mortos agarram Saga.

Ao chegarem na Casa de Câncer, Saga, Camus e Shura sentem um poderoso cosmo. Ao entrarem na Casa de Câncer, Camus, Saga e Shura logo percebem que a quarta Casa Zodiacal se tornou uma passagem para a colina do Yomotsu, a entrada para o Inferno. Nesse momento, os mortos se levantam do chão e atacam os três espectros. Saga descobre se tratar de uma ilusão e a elimina. Eles seguem em frente por horas e nunca encontram a saída, até perceberem que só correram por poucos minutos na palma da mão de Buda. Saga destrói a ilusão, mas os mortos reaparecem. Sabendo agora a origem das ilusões, Saga lança um golpe em direção a sexta Casa Zodiacal, mas Shaka se defende, e revida com o poderoso Rendição Divina, que destrói parte da Casa de Câncer. Após o ataque de Shaka, os cosmos de Saga, Camus e Shura desapareceram.[21]

Saga, Shura e Camus se disfarçam com as Sobrepelizes dos Espectros Kiew de Durahan, Ox de Górgona e Miles de Elfo, que eles mataram no caminho entre as Casas de Câncer e Leão. Logo juntaram-se com o grupo de Giganto de Ciclope, e assim passaram despercebidos por Aiolia, apesar deste suspeitar deles.[22][23]

Em frente ao Cavaleiro de Virgem

Saga, Camus e Shura em frente ao Cavaleiro de Virgem.

Na Casa de Virgem, Saga, Shura e Camus atacam o Cavaleiro de Virgem, mas este revida, quebra suas sobrepelizes roubadas e revela suas identidades.[23] Giganto de Ciclope e outros espectros tentam avançar, mas Saga os impede e adverte que encontrarão a morte ao se confrontarem com Shaka. O Cavaleiro de Virgem ao perguntar sobre as intenções dos três e descobrir que pretendiam matar Atena, deixa-os passar. Os três seguem em frente, e os demais espectros tentam, mas são todos mortos pela Rendição Divina de Shaka. Sem nenhum espectro para vigiá-los, Virgem questiona novamente sobre as intenções de Saga e os demais (Camus e Shura), mas recebe a mesma resposta e decide enfrentá-los até a morte. Shaka os guia até um campo florido ao lado de sua Casa Zodiacal, onde se encontram as Árvores Salas Gêmeas. Os três espectros atacam, e Shaka foge por pouco de seus golpes. Faz uso do Tesouro do Céu, paralisa-os e extrai o primeiro sentido, advertindo-os que a única maneira de o vencer será usando a Exclamação de Atena.[24]

Exclamação de Atena com Saga, Camus e Shura

Saga, Shura e Camus usam a Exclamação de Atena.

Enquanto Saga, Camus e Shura hesitam, Shaka extrai o segundo, terceiro e quarto sentido. Finalmente os três decidem que sua honra pouco vale diante de sua missão. Eles usam a Exclamação de Atena no mesmo momento em que Shaka ordena a extração do quinto sentido. As folhas das Árvores Salas Gêmeas caem. Saga e os demais veem Shaka parado entre as Árvores Salas Gêmeas, onde ele escreve com sangue suas últimas palavras nas pétalas da árvore e as envia à Atena. Shaka então desaparece.[24]

Os três espectros retornam à Casa de Virgem e encontram Mu, Aiolia e Shiryu. O Leão Dourado os ataca até que Saga detêm seu golpe. Chega então Milo, que dispara suas Agulhas Escarlates nos três. Prestes a receber a Antares, Saga revida com a Explosão Galáctica e avisa que vão matar Atena, e que quem se opor, receberá o mesmo destino de Shaka. Saga, Shura e Camus se preparam para utilizar novamente o golpe proibido. Milo os lembra que também são três Cavaleiros de Ouro do seu lado. Ele, Aiolia e Mu se preparam para usar também a técnica proibida. Os dois trios atacam e o Santuário é envolto em uma grande explosão.[25]

Saori pede a Saga que a mate

Saori pede a Saga que a mate.

A Força das duas Exclamações de Atena estão em perfeito equilíbrio até que Shiryu intervém e a joga para cima de Saga e dos demais. A explosão derruba o que sobrara da Casa de Virgem. Shiryu aparentemente morre, os demais não. Surge então o cosmo de Atena que ordena que Milo, Mu e Aiolia levem Saga, Shura e Camus à sua presença. No Templo de Atena, Kanon entrega a Saga a adaga que ele usou para tentar matar Atena há treze anos. Atena então pede a Saga que a mate e se livre de seu sofrimento. Todos se chocam. Atena ataca a si mesma e morre. O “corpo” de Atena é levado por Saga e os demais renegados ao Castelo de Hades.[26]

Pouco tempo depois, são reveladas as verdadeiras intenções dos Cavaleiros Renegados (Afrodite, Máscara da Morte, Saga, Shura e Camus): todos os Cavaleiros ressuscitados ainda eram leais a Atena e fizeram tudo em nome dela. Eles estavam fingindo serem fiéis a Hades para avisar Atena sobre sua Armadura, e não podiam falar suas reais intenções, pois estavam sendo vigiados pelos Espectros de Hades.[27]

Castelo de Hades

No Castelo de Hades, Saga, Shura e Camus levam o “corpo” de Atena à Pandora, que ao ver somente sangue no tecido, percebe a traição dos três. Zeros tenta atacar Saga, porém Camus o congela. Shura se prepara para atacar Pandora, mas surge a luz do sol e os três caem sem forças. Pandora explica que suas doze horas de vida está chegando ao fim.[28] Pandora pergunta aos Cavaleiros Renegados pela última vez onde está Atena e Saga lhe diz que ela está no mundo dos mortos. Pandora ordena a todos os espectros a abandonarem o castelo e voltarem ao mundo dos mortos. Pouco tempo depois, após a aparição dos Cavaleiros de Bronze, Saga, Camus e Shura morrem, confiando aos jovens da esperança a segurança de Atena e os alaertando que a guerra tinha apenas começado.[29]

Muro das Lamentações

Mu une seu cosmo com os Cavaleiros de Ouro

Saga une seu cosmo com o dos outros Cavaleiros de Ouro.

No Inferno, quando as doze armaduras de ouro finalmente se unem, Saga desperta o oitavo sentido e une sua alma com a de seu irmão e juntos com os outros Cavaleiros de Ouro e se sacrifica para derrubar o Muro das Lamentações.[29] Aquele fora o único momento que ambos os irmão atuaram juntos em nome da justiça e de Atena.

Next Dimension

É mencionado por Ikki, enquanto este combatia Abel de Gêmeos. Na ocasião, atordoado pelo fato de duas personalidades distintas coabitarem o corpo do antigo Cavaleiro de Gêmeos, cita a semelhança com Saga; um homem que podia ser similar a um deus, e outras vezes tornava-se a encarnação do mal.[30]

Legado

O legado de Saga fora catastrófico, fora todos os graves e incalculáveis prejuízos ao redor do mundo, a guerra gerada por ele e suas próprias ambições levaram a uma perda significativa do Exército de Atena, desde soldados e aprendizes até boa parte dos Cavaleiros de Prata, e desde o verdadeiro Patriarca Shion até a morte de seis Cavaleiros de Ouro (Incluindo a sua própria), baixando significavelmente as defesas do Santuário para as futuras batalhas, tanto que o Mestre Ancião proibiu os Cavaleiros de Ouro de lutarem contra Poseidon visando que a batalha contra Hades seria mais imponente e precisaria de todos nela, ainda que o Imperador dos Mares ameaçasse a inundar a Terra.

Exclamação de Atena - Saga, Shura e Camus

Os Renegados preparam novamente e em nome da justiça a técnica proibida

Saga, indiretamente, tem parte no que se diz a chegada de Kanon ao poder no Templo Submarino, visto que prendeu no Cabo Sunion e lá Kanon encontrará o Tridente. O motivo de Saga aprisionar Kanon em Sunion mesmo a prisão ter sido desativa há seculos ainda é um mistério, já que nem Shion, presumidamente, não a considerava necessária, visto que estava a tanto tempo abandonada.

Não muito diferente de sua primeira morte, mas agora pela justiça, na Saga de Hades o legado de Saga fora mais justificativo, apesar dos confrontos dentro do Santuário, como a morte de Shaka e a colisão entre duas Exclamações de Atena, tudo o que ele e os Cavaleiros Renegados fizeram era em nome de Atena. Durante seus momentos finais ele confiou aos Cavaleiros de Bronze a segurança de sua deusa.

Filmes

A Lenda dos Defensores de Atena

Saga em A Lenda dos Defensores de Atena

Saga em A Lenda dos Defensores de Atena.

Além da série cronológica, o Cavaleiro de Gêmeos também aparece no filme A Lenda dos Defensores de Atena. Saga, juntamente com Máscara da Morte, Afrodite, Shura e Camus, é ressuscitado por Abel, o Deus do Sol, como seu aliado. No entanto, ele apenas queria reanimar o espírito de luta de Seiya, mostrando como vencê-lo. Após Saga ser, aparentemente, derrotado pelos Meteoros de Pégaso, Jao de Lince, um dos guerreiros de Abel, aparece para enfrentar Seiya. Mesmo ferido, Saga se levanta novamente e decide tomar frente da batalha e enfrentar Jao, abrindo caminho para o Cavaleiro de Pégaso fugir. Para vencer Jao, Saga resolveu sacrificar sua própria vida, usando uma variação suicida da Explosão Galáctica (parecida com a que Kanon usou contra Radamanthys na Saga de Hades) queimando seus ossos, subindo ao céu com o Cavaleiro da Coroa do Sol e voltar à Terra com tamanha velocidade, criando assim uma enorme explosão que resultou na morte instantânea dos dois Cavaleiros. Antes de morrer, Saga se despede de Seiya e pede para que o mesmo não perca as suas esperanças e continue protegendo a deusa Atena.[31]

Prólogo do Céu

Saga e Kanon em Prólogo do Céu

Saga e Kanon em Prólogo do Céu.

No filme Prólogo do Céu, Saga e os demais Cavaleiros de Ouro (com exceção de Aiolos) têm suas almas seladas após suas mortes no Muro das Lamentações como castigo por terem se rebelado contra os deuses, podendo apenas observar os Cavaleiros de Bronze fazerem milagres nas suas lutas contra os Anjos Celestes e contra os deuses Ártemis e Apolo.[32]

A Lenda do Santuário

Artigo principal: Saga de Gêmeos (Lenda do Santuário)


Habilidades de Luta

Saga atacando Shaka e destruindo parte da Casa de Virgem

Saga atacando Shaka e destruindo parte da Casa de Virgem.

Sendo um dos doze Cavaleiros de Ouro, a elite dos guerreiros chamados de Cavaleiros de Atena. Saga é um combatente com habilidades incrivelmente poderosas, com uma grande aptidão, ele faz bom proveito de todas elas. Se mostra capaz de acertar com precisão o alvo desejado com poderosos ataques mesmo sem saber sua localização e/ ou estando longe da posição exata de seu inimigo.[13][14][20][21] É dito muitas vezes, ao lado de Aioros o mais forte Cavaleiros de Ouro. Além de um grande poder de ataque físico, capaz de até mesmo tirar, simplesmente em combate, os sentidos e Seiya, também sabe usar golpes psíquicos que manipulam a mente do inimigo.[1][11] Saga pode abrir fendas no espaço que levam a uma outra dimensão, criar e manipular ilusões, privar seus oponentes dos seus cincos sentidos e controlar a Armadura de Gêmeos a distância e também fazê-la lutar usando apenas seu Cosmo.[13][14][16] Além disso, ele possui um poder esmagador conhecido por ser capaz de destruir até as estrelas da galáxia.[1] Com apenas quinze anos, Saga foi capaz de matar o Grande Mestre Shion e tomar o seu lugar, se passando por ele e enganando todo o Santuário por treze anos.[2] Além da incrível força, Saga possuía um coração tão puro que acreditavam que ele era a encarnação de um deus.[2]

Saga criando e manipulando um grande feixe de energia cósmica

Saga criando e manipulando um grande feixe de energia cósmica.

Utilização do Cosmo: Sendo um Cavaleiro, Saga utiliza o Cosmo como sua fonte de energia e por ser da patente de Ouro, ele possui o Sétimo Sentido. Quando possuía dubla personalidade, em seu Cosmo havia tanto luz quanto escuridão, curiosamente entrelaçados. Foi mencionado que o seu Cosmo maligno é parecido com o Cosmo de um demônio.[2] Após usurpar o posto de Grande Mestre e ser dado como desaparecido, Saga costumava deixar um Cosmo agressivo pairando sob a Casa de Gêmeos.[13][14] Saga possui um Cosmo gigantesco e além disso, Saga pode disparar rajadas de Cosmo, e criar, lançar e manipular uma grande quantidade de poder cósmico na forma de um grande feixe de energia, com extrema facilidade, poderosos o bastante a ser comparado com o Cápsula do Poder e Rendição Divina.[3][15][20][21] Além do Sétimo Sentido, Saga conseguiu despertar o oitavo sentido, o Arayashiki.[29]

Velocidade da Luz: Sendo um cavaleiro de ouro, Saga pode se mover na velocidade da luz (300.000 Km/s), rápido o bastante para dar sete voltas e meia na terra.

Sétimo Sentido: Saga, como cavaleiro de Ouro, domina a essência do cosmo, utilizando-o em suas técnicas; e podendo se manter de pé acaso perca os outros seis. É sua principal fonte de poder.

Oitavo Sentido: Saga pode manter perfeitamente seu estado animado e racional após a morte, demonstrando poder sobre o oitavo sentido, que permite aos mortos se movimentarem livremente no Submundo.[29]

Saga sem sofrer dano algum da Ave Fênix

Saga sem sofrer dano algum da Ave Fênix.

Aptidão e Capacidades Físicas Sobre-humanas: Sendo um Cavaleiro, Saga possui, velocidade, agilidade, resistência e força sobre-humana. Saga mostrou ser capaz de desferir ataques tão rápidos, que até um Cavaleiro de Ouro conhecido por sua velocidade como Aiolia teria dificuldades em vê-los.[3] Além disso, ele pode devolver os ataques máximos de oponentes como, Shyriu (Na época), Shun e Hyoga e facilmente.[13][2] Saga demostrou também combate físico extraordinário tendo retirando os 5 sentidos de Seiya simplesmente lhe dando socos tão poderosos que seu corpo (já debilitado), mesmo com a Armadura de Pégaso, não podeira aguentar e também incapacitou Ikki, quase o matando dessa maneira. Ainda sobre suas forças vê-se grande capacidade em seus membros posteriores podendo com eles parar poderosos ataques até mesmo de Cavaleiros de Ouro como Mu e Shaka e também perfurar seu próprio peito ferindo coração no momento de seu suicido, mesmo que estivesse protegido pela sua Armadura de Ouro.

Saga contém o ataque de Aiolia

Saga contém o ataque de Aiolia.

Mostrou possuir grande resistência física, pois foi capaz de resistir despreocupadamente aos Meteoros de Pégaso estando sem a sua Armadura de Gêmeos, conseguiu sair ileso após ser atingido pelos golpes de Seiya na velocidade da luz e pelo Turbilhão de Pégaso fazendo Seiya desistir momentaneamente de seu objetivo.[16] Também foi atingido pelo Ave Fênix e, além de não sofrer dano algum, ele dividiu ao meio a técnica do Cavaleiro de Bronze, enviando-a de volta para Ikki logo depois.[2] Na Saga de Hades. Mesmo privado de seus cinco sentidos, devido ao Tesouro do Céu de Shaka, Saga resistiu aos ataques de Aiolia e conteve o Relâmpago de Plasma do Cavaleiro de Leão. Logo depois, Saga não cedeu às Agulhas Escarlates de Milo e contra-atacou com sua Explosão Galáctica. E ferido, Saga conseguiu sobreviver a explosão das Exclamações de Atena na Casa de Virgem.[24][25][26] Além disso, Saga é um dos poucos que conseguiu chegar em Star Hill, lugar cujo caminho para lá é penoso até para um Cavaleiro de Ouro.[2]

Saga atacando Shun com a Outra Dimensão

Shun perdido na Outra Dimensão de Saga (lançada pela Armadura Remota).

Armadura Remota: Saga possui uma habilidade poderosa,que é o fato de poder controlar sua armadura à distância, usando seu cosmo, ficando imperceptível ao inimigo, podendo utilizar até mesmo sua Outra Dimensão. No entanto, é impossível para Saga utilizar todo o seu poder com esta habilidade.

Controle sobre o Espaço-Tempo e as Dimensões: Saga consegue projetar em qualquer lugar uma dimensão paralela, onde ele é capaz de jogar seu adversário, que pode ficar vagando na dimensão, onde não há entrada e saída, por toda a eternidade.[13][14] E claro, pode abrir várias brechas para auxilia-lo em sua defesa, tragando técnicas e até viajar grandes distancias.
Shun no Labirinto de Gêmeos

Shun no "Labirinto de Gêmeos".

Mestre Ilusionista: Saga pode criar e manipular ilusões na Casa de Gêmeos conhecidas como o “Labirinto de Gêmeos”, que afetam a noção de distância no cérebro dos adversário que ficam presos a essa ilusão, correndo pela Casa de Gêmeos sem jamais encontrar a saída, sendo capaz de funcionar até mesmo com Cavaleiros de Ouro. Seu poder de percepção eram tamanho que as ilusões de Shaka de Virgem e de seu irmão Kanon de Gêmeos não conseguiam afeta-lo.

Clarividência: Saga pode obter informações visuais através de meios não-físicos. Quando Saga estava prestes a enviar Shun para outra dimensão, ele foi interrompido por um choque lançado diretamente no seu cérebro. Após procurar no Santuário e nos Cinco Picos Antigos de Rozan, ele encontra o culpado, Ikki de Fênix, se recuperando no vulcão da Ilha Canon.[14]

Controle Mental: Saga pode controlar o cérebro do seu adversário lançando um golpe mental que ganha controle sobre seu alvo, que torna-se uma marionete violenta sob as ordens de Saga, sendo forçado a cumprir qualquer ordem dada.[11]Essa habilidade era tamanha a ponto de manipular facilmente um Cavaleiros de Ouro.

Inteligência: Em ultima analise Saga é uma das mentes mais inteligentes em todo Universo Saint Seiya, pois foi capaz de se passar por Grande Mestre durante 13 anos, encobrindo seu assassinato sobre Shion e sentenciando Aioros como traidor, tendo controlado totalmente o Santuário, e todo seu exército, incluindo a maioria dos Cavaleiros de Ouro. E como dito por Saori, ele tinha fortes influências em todos os superpotências mundiais no Século XX. Notavelmente, apenas o escutar de seu nome já era motivo de espanto, como foi em Shaina, Mu e Shaka.

Possuindo esse intelecto, ele a usa em batalha de modo a encontrar brechas nas técnicas de seus adversários e contraria-las facilmente, como em sua breve batalha com Mu onde o incapacitou sendo necessário que Shion intervisse quando Saga se preparava pa mata-lo. Mesmo sendo desconhecido como Saga prendeu Kanon no Cabo Sunion, imaginando logicamente que o gêmeo menor resistiu com luta, Saga o fez de modo a que o Mangá apresenta ter sido facilmente (levando em consideração que Saga trajava sua Armadura de Ouro enquanto Kanon estava desprotegido).

Dados da Enciclopédia Oficial

Soco
5/5
Chute
2/5
Técnica com Arma
2/5
Golpes Psíquicos
5/5
Arremesso
5/5

Técnicas Secretas

Outra Dimensão

Outra Dimensão

Satã Imperial

Satã Imperial

Explosão Galáctica

Explosão Galáctica

Labirinto da Casa de Gêmeos

Labirinto de Gêmeos

Exclamação de Atena (1 Versão)

Exclamação de Atena

Patentes

Cavaleiro de Ouro de Gêmeos
Antecessor
Kain e Abel
Sucessor
Kanon


Curiosidades

  • Saga e Kanon são lembrados em Os Cavaleiros do Zodíaco Ômega quando Integra e Paradox se preparam para utilizar a Outra Dimensão enquanto lutam contra Gallia, explicando sobre o "Destino de Gêmeos", que segue todas as gerações dos Cavaleiros de Ouro regidos pelo signo.
  • Quando Saga usava os trajes de Grande Mestre, Kurumada sempre desenhou seu rosto sombreado pelo elmo. No Anime, o design de Masami Kurumada foi mantido, com uma pequena diferença: o rosto de Saga era ocultado por uma máscara, parecida com as usadas por Marin e Shaina, para enfatizar o enigma por trás da verdadeira identidade do Grande Mestre.
  • O suicídio de Saga no mangá é uma referência óbvia ao harakiri, ritual do samurai que envolve o próprio esventramento a fim evitar a desonra em batalha. Esta cena é drasticamente editada no anime, no qual a personalidade maligna tenta atacar Saori mas a personalidade boa, no último instante, puxa o Báculo de Atena para si mesmo, enfim purificando seu lado diabólico. Saga morre serenamente nos braços de Saori, pedindo-lhe perdão por todos os crimes cometidos por seu lado demoníaco.

Referências

  1. 1,00 1,01 1,02 1,03 1,04 1,05 1,06 1,07 1,08 1,09 1,10 Enciclopédia Oficial
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 2,7 2,8 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 13, Capítulo 45
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 3,4 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 7, Capítulo 27
  4. 4,0 4,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 1, Capítulo 1
  5. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 1, Capítulo 2
  6. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 5, Capítulo 20
  7. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 5, Capítulo 21
  8. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 6, Capítulo 24
  9. 9,0 9,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 1, Capítulo 1
  10. 10,0 10,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 8, Capítulo 28
  11. 11,0 11,1 11,2 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 9, Capítulo 34
  12. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 8, Capítulo 29
  13. 13,0 13,1 13,2 13,3 13,4 13,5 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 8, Capítulo 31
  14. 14,0 14,1 14,2 14,3 14,4 14,5 14,6 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 8, Capítulo 32
  15. 15,0 15,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 12, Capítulo 43
  16. 16,0 16,1 16,2 16,3 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 12, Capítulo 44
  17. 17,0 17,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 13, Capítulo 46
  18. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 19, Capítulo 69
  19. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 19, Capítulo 70
  20. 20,0 20,1 20,2 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 19, Capítulo 71
  21. 21,0 21,1 21,2 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 20, Capítulo 72
  22. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 21, Capítulo 75
  23. 23,0 23,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 21, Capítulo 76
  24. 24,0 24,1 24,2 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 21, Capítulo 77
  25. 25,0 25,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 21, Capítulo 78
  26. 26,0 26,1 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 22, Capítulo 79
  27. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 22, Capítulo 80
  28. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 22, Capítulo 81
  29. 29,0 29,1 29,2 29,3 Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco - Volume 22, Capítulo 82
  30. Mangá Os Cavaleiros do Zodíaco: Next Dimension - Volume 6, Capítulo 45
  31. Filme Os Cavaleiros do Zodíaco: Os Guerreiros do Armagedom
  32. Filme Os Cavaleiros do Zodíaco: Prólogo do Céu


Navegação

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.