Saint Seiya Wiki
Advertisement
Saint Seiya Wiki
Artigo
Galeria

O homem mais próximo de Deus! O mundo vazio é um convite para a morte!

Enciclopédia Oficial.

Shaka de Virgem (乙女座バルゴのシャカ Barugo no Shaka?) é o Cavaleiro de Ouro de Virgem do Século XX, que protege a Casa de Virgem no Santuário. Considerado como a reencarnação de Buda, possui um poder de observação que permite conhecer a verdade escondida sob as aparências. O poder de ir e vir no tempo e espaço impressiona até outros Cavaleiros de Ouro. Tem uma morte heroica sob a destrutiva "Exclamação de Atena", criada por Saga, Shura e Camus, mas ele submeteu-se a esse golpe para poder acompanhar Atena no Mundos dos Mortos.

Origem do Nome

Do budismo, o sábio de Shakya (apropriação japonesa do nome Shakyamuni). Shakyamuni é o fundador histórico do budismo. Era filho de Shuddhodana, rei de Shakya, uma pequena tribo cujo reino hoje se situaria ao sul do Nepal central. Seu nome é composto de Shakya, o nome de sua tribo, e da adjetivação "amuni" que quer dizer sagrado ou sábio. Seu nome pessoal era Siddhartha Gautama (Siddhartha = objetivo alcançado).

Características

Aparência

A aparência de Shaka é a única que não muda em relação ao Mangá e Anime. Em ambos, sua aparência geral é de um jovem homem de estatura alta, de olhos azuis e de longos cabelos loiros, que chegam até seus joelhos. Shaka possui no centro de sua testa um Bindi, um apetrecho utilizado no centro da testa.

Personalidade

Shaka é um homem que possui grande poder, sabedoria e conhecimento, o que o fazem ser admirado e respeitado por seus companheiros. Aparentemente, não demonstra piedade nenhuma por inimigos que ele julga como mais fracos, e despreza aqueles que não possuem bons modos ao entrarem na Casa de Virgem.

Shaka sempre busca lutar em nome da justiça, e acreditava nos ideais do Grande Mestre, porém, não chegou a perceber que ele era, na verdade, Saga, que usurpou o posto de Grande Mestre, isto porque Shaka detém de um dom que lhe permite enxergar a essência das pessoas e a essência que Shaka enxergava no Grande Mestre era a bondade, que era comparada a de Deus, que acabava mascarando a essência maligna, que era comparada a um demônio.

Histórico

Infância e Treinamento

Shaka nasceu e treinou na Índia, onde se perguntava sobre o porquê das coisas, focando no sofrimento da humanidade e na maldade das pessoas. Também mantinha contato telepático com Buda, que lhe revelava as respostas de muitas de suas perguntas. Ele costumava ir rotineiramente ao Rio Ganges para meditar e refletir sobre as mortes lá ocorridas.[1] Aos sete anos, tornou-se o Cavaleiro de Ouro de Virgem.

Ilha da Rainha da Morte

Primeira aparição de Shaka

Mangá - Após trajar a Armadura de Fênix pela primeira vez, Ikki começa a acreditar que ficou invencível e que ninguém na terra é capaz de vencê-lo. Shaka pergunta ao Cavaleiro de Fênix se ele tem certeza e Ikki, surpreso com a tamanha energia cósmica que está sentindo, pergunta se pode ser um Deus. Shaka então aparece, revela seu nome e compara Ikki a Songoku, dizendo que Songoku também se dizia imbatível e ainda assim, foi dominado por Buda. Ikki pergunta a Shaka quem ele é e o que ele veio fazer na Ilha da Rainha da Morte, e Shaka responde que veio punir Jango, que já foi derrotado por Ikki.[2]

Shaka derrota Ikki

O Cavaleiro de Fênix ataca Shaka com seu Ave Fênix, porém sua técnica não passa de uma brisa segundo Shaka, que, em seguida, diz que sempre existe alguém mais forte e que Cavaleiros de Bronze são como macacos na palma da mão de Buda quando comparados a um Cavaleiro de Ouro.[3] Após derrotar Ikki com um golpe, o Cavaleiro de Virgem comenta que Fênix teria morrido se ele tivesse visto uma alma demoníaca em seu olhar. Logo depois, Shaka comenta que Ikki quer esconder seu senso de justiça abusando da força, rindo logo em seguida. Shaka então apaga a memória de Ikki, dizendo que ele se lembraria de tudo quando se reencontrassem novamente.[4]

Saga do Santuário

Os Cavaleiros de Ouro

Shaka vs Aiolia.

Templo do Grande Mestre - Shaka encontra Aiolia de Leão confrontando o Grande Mestre e pede para que ele pare, perguntando logo em seguida se ele sabe o que está fazendo. Shaka então diz que não cabe ao Grande Mestre castigar os traidores e que ele mesmo aplicará o castigo divino em Aiolia, pois desafiar o Grande Mestre é o mesmo que desafiar Atena. Aiolia e Shaka começam a lutar, o que os leva a uma Guerra de Mil Dias. O Grande Mestre aproveita a distração e lança o Satã Imperial em Aiolia, ganhando controle sobre a mente do Cavaleiro de Leão.

Batalha das Doze Casas

Shaka auxilia seus discípulos na luta contra Ikki.

Apenas no Anime - Antes que os Cavaleiros de Bronze chegassem à Casa de Virgem, Shaka envia seus dois discípulos, Shiva de Pavão e Ágora de Lótus, para matar Ikki de Fênix na Ilha Kanon. Durante a luta contra o Cavaleiro de Bronze, seus discípulos obtém vantagem inicial, graças à intervenção de Shaka, paralisando Ikki à distância com seu Cosmo. No entanto, Atena intervém a favor de Ikki, quebrando a meditação do Cavaleiro de Virgem e permitindo a Ikki derrotar Shiva e Ágora[5].

Shaka detém o Cólera do Dragão.

Casa de Virgem (Anime e Mangá): Já na Casa de Virgem, Shaka derruba Seiya de Pégaso com facilidade, dizendo que ele é muito mal-educado e o compara, junto de Shun de Andrômeda e Shiryu de Dragão, a demônios que se jogam sobre uma carcaça morta. Em seguida, Shiryu ataca Shaka com o seu Cólera do Dragão, porém Shaka contém facilmente o punho do Cavaleiro de Dragão, fazendo pouco caso da técnica capaz de reverter o fluxo da Cachoeira de Rozan.

Shaka estrangula Shun com sua própria corrente

Shiryu é derrubado. Shun é o próximo a atacar, lançando sua Corrente de Andrômeda. Shaka para facilmente a trajetória da corrente, a fazendo se voltar contra Shun, quase o estrangulando. Utilizando o Ohm, Shaka concentra o cosmo em suas mãos e logo depois ataca os três Cavaleiros de Bronze com sua Rendição Divina, nocauteando-os.

Shaka se pergunta como criaturas tão frágeis conseguiram chegar à sexta casa zodiacal, imaginando que talvez os Cavaleiros de Ouro das casas anteriores traíram o Grande Mestre. Shaka diz que mesmo que o considerem alguém próximo de Deus, ele reconhece que Deus tem algo que ele não tem: compaixão pelos fracos. Ele então tenta matar Shun, mas é impedido por uma pena de fênix, que acerta a sua mão e faz um dos seus dedos sangrar. Ikki de Fênix aparece e diz que por ter atacado seu irmão e seus companheiros, Shaka não sairá só com um arranhão.

Ikki no lago de sangue

O Cavaleiro de Virgem avisa Ikki que por ter ferido sua mão, um castigo terrível o aguarda. Ikki então percebe que está de pé sobre um lago de sangue. Algumas gotas congelam a mão de Ikki e o lago de sangue começa a subir. Ikki acredita que é uma ilusão, mas Shaka afirma que não é mas sim, o Círculo Dançante do Céu. Shaka diz para Ikki que ele pode escapar da morte se ele se ajoelhar e temê-lo. Ikki então usa o calor do seu cosmo e evapora o lago de sangue.

Shaka admite que Ikki evoluiu um pouco desde o seu último confronto com ele e revela para Fênix que já o conhece. No início, Ikki não entende, mas logo depois, se lembra da sua luta contra Shaka na Ilha da Rainha da Morte. Após recuperar suas memórias, Ikki se sente como um sapo diante de uma serpente. Shaka então pede para que Ikki escolha um mundo entre os seis que ele mostrará e diz que o mundo escolhido será onde ele morrerá. Logo depois, Shaka ataca Fênix com seu "Ciclo das Seis Existências" e Ikki passa pelo Inferno, o Mundo dos Demônios, o Mundo das Feras, o Mundos das Chacinas, o Mundo dos Homens e pelo Paraíso. Após Ikki ser mandado para um desses mundos, Shaka acredita que Ikki deve ter escolhido o Mundo das Chacinas ou o Inferno.

Ikki ataca Shaka com seu "Golpe Fantasma de Fênix"

Ikki ressurge do nada e ataca Shaka. Surpreso, o Cavaleiro de Virgem reconhece que Ikki merece o nome Fênix. Ikki revela que nem o Inferno e nem o Mundo das Chacinas o quiseram por perto, pois eles acharam que ele ia dar problemas. Em seguida, Ikki revela que o ataque que ele desferiu anteriormente é a sua técnica Golpe Fantasma de Fênix e pede para Shaka escolher o mundo onde ele morrerá. Shaka então revela que os mundos da Metempsicose estão reservados aos homens e que ele está muito próximo de um Deus para lhe acontecer algo. O Cavaleiro de Virgem revela que Ikki trouxe uma lembrança de sua viagem e os leva para o Riacho de Sai, onde jovens órfãos caminham a esmo, tristes, carregando pedras. Shaka então mostra a Ikki, ele mesmo quando era pequeno, carregando Shun ainda bebê.

Ikki na palma da mão de Buda

Após o fim da ilusão, Shaka pulveriza facilmente a Armadura de Fênix e ataca Ikki novamente com o "Ciclo das Seis Existências". O Cavaleiro de Fênix começa a pensar que tem de ir para bem longe de Shaka, o mais longe possível para o cosmo de Shaka não o atingir. Quando Ikki pensa que está longe o suficiente de Shaka, percebe que se encontra na Palma da Mão de Buda. Percebendo que não pode escapar, Ikki percebe que a única saída é atacar centenas de vezes e dar tudo de si, até que Shaka fique cansado e desista. A Armadura de Fênix então ressurge das cinzas.

Em seguida, Ikki ataca Shaka com seu Ave Fênix, mas a técnica não o afeta e o Cavaleiro de Virgem diz novamente que seu ataque não passa de uma brisa. Ikki ataca novamente com seu Ave Fênix, mas Shaka não se move um centímetro. O Cavaleiro de Virgem admite que foi um erro enviar Ikki a um dos Mundos da Metempsicose, pois Ikki já visitou o inferno várias vezes.

Shaka usa o "Tesouro do Céu"

Shaka ataca Ikki com sua técnica mais poderosa: Tesouro do Céu. Com ela, Shaka remove um a um os cinco sentidos de Ikki. Após remover todos os cinco sentidos de Ikki, Shaka tenta matá-lo, mas é impedido por Shun, que lança sua corrente e prende o braço direito do Cavaleiro de Virgem. Shun diz que é a sua vez de enfrentá-lo e Shaka pergunta o que ele pode fazer. Ikki se levanta, surpreendendo Shaka, e diz a Shun, que mesmo privado dos seus cinco sentidos, irá lutar até o fim. Shaka então resolve dar o golpe final em Ikki, mas o Cavaleiro de Fênix sai ileso do ataque graças a uma espécie de campo de proteção que ele criara. Shaka então resolve remover o sexto sentido de Ikki.

O Cosmo de Ikki cresce mais que o de Shaka.

Após perder o sexto sentido, o Cosmo de Ikki aumenta e fica maior que o de Shaka. O Cavaleiro de Virgem compreende então que Ikki se deixou ser atacado para que, assim como ele que priva a visão para aumentar o cosmo, pudesse privar todos os seus sentidos. O Cavaleiro de Fênix segura Shaka e, aumentando infinitamente seu cosmo, explode junto com ele, só restando a Armadura de Virgem.

Shaka vagando em uma dimensão paralela.

Horas depois, Shaka, que está num espaço tempo distorcido, pede a ajuda de Mu para poder voltar para o Santuário. Mu diz que Shaka é perfeitamente capaz de sair do lugar por conta própria, o que Shaka confirma ser verdade, porém ele quer salvar Ikki e por esse motivo, precisa da ajuda de Mu. Com seu poder, Mu ajuda Shaka tirando ele e Ikki da outra dimensão. De volta a Casa de Virgem, Shaka explica a Ikki que o mesmo deve se apressar em ajudar Seiya. O Cavaleiro de Virgem pega as cinzas da Armadura de Fênix e as joga em Ikki e logo depois, a Armadura de Fênix renasce. Ikki pergunta o porquê de Shaka tê-lo salvado e o Cavaleiro de Virgem responde que tinha uma dúvida e que foi ele quem a semeou. Em seguida, Ikki parte para a Sala do Grande Mestre.

Após a derrota de Saga e o fim da Batalha das Doze Casas, Shaka doa seu sangue para a restauração da Armadura de Andrômeda.

Saga de Poseidon

Shaka junto aos demais Cavaleiros de Ouro.

Por ordens do Mestre Ancião, Shaka permanece no Santuário. O Cavaleiro de Virgem aparece junto a Milo de Escorpião, Aldebaran de Touro, Aiolia de Leão e Mu de Áries em uma reunião na Casa de Áries, observando as Armaduras de Ouro de Sagitário e Aquário partirem em direção à Fortaleza Submarina.

Saga de Hades

Santuário

Saga, Shura e Camus na palma da mão de Buda

Casa de Câncer - Ao entrar na Casa de Câncer, Camus, Saga e Shura percebem que a quarta Casa Zodiacal se tornou uma passagem para a colina do Yomotsu Hirasaka, a entrada para o inferno. Nesse momento, os mortos se levantam do chão e atacam os três espectros. Saga descobre se tratar de uma ilusão e a elimina. Eles seguem em frente por horas e nunca encontram a saída, até perceberem que só correram por poucos minutos na palma da mão de Buda. Saga destrói a ilusão, mas os mortos reaparecem. Sabendo agora a origem das ilusões, Saga lança um golpe em direção a sexta Casa Zodiacal, mas Shaka se defende com seu Kahn, sem sofrer um único arranhão e revida com a “Rendição Divina”. O ataque de Shaka destrói parcialmente a Casa de Câncer, e os cosmos dos três antigos cavaleiros desaparecem.

Shaka ataca os Espectros com a "Invocação dos Espíritos Malignos"

Casa de Virgem - Na Casa de Virgem, os espectros originais do exército de Hades se deparam com Shaka, envolto em uma redoma de energia. Shaka lhes mostra um rosário de cento e oito contas e explica que o número de contas em seu rosário é o mesmo número de Espectros que servem à Hades. Shaka mostra que das 108 contas, onze já haviam escurecido, ou seja, que onze espectros já haviam sido derrotados. Shaka então ataca os Espectros com a Invocação dos Espíritos Malignos, porém tem sua técnica contida por um espectro. Esse espectro e mais dois atacam o Cavaleiro de Virgem, mas este revida, quebra suas sobrepelizes e revela que eles são Saga, Camus e Shura.

Giganto de Ciclope e os outros espectros tentam avançar, mas Saga os impede e adverte que encontrarão a morte se tentarem atacar Shaka. O Cavaleiro de Virgem ao perguntar sobre as intenções dos três e descobrir que pretendiam matar Atena, deixa-os passar. Os três seguem em frente, e os demais espectros tentam, mas são todos mortos pela Rendição Divina de Shaka. Sem nenhum espectro para vigiá-los, Virgem questiona novamente sobre as intenções de Saga e os demais (Camus e Shura), mas recebe a mesma resposta e decide enfrentá-los até a morte. Shaka os guia até um campo florido ao lado de sua Casa Zodiacal, onde se encontram as Árvores Salas Gêmeas. Os três espectros atacam, e Shaka foge por pouco de seus golpes. Faz uso do “Tesouro do Céu”, paralisa-os e extrai o primeiro sentido, advertindo-os que a única maneira de o vencer será usando a Exclamação de Atena.

Shaka desaparecendo

Enquanto Saga, Camus e Shura hesitam, Shaka extrai o segundo, terceiro e quarto sentido. Finalmente os três decidem que sua honra pouco vale diante de sua missão. Eles usam a Exclamação de Atena no mesmo momento em que Shaka ordena a extração do quinto sentido. As folhas das Árvores Salas Gêmeas caem. Saga e os demais veem Shaka parado entre as Árvores Salas Gêmeas, onde ele escreve com sangue suas últimas palavras, Arayashiki, nas pétalas da árvore e as envia à Atena. Shaka então desaparece.

Atena entende a mensagem de Shaka e resolve convocar os Cavaleiros Renegados ao seu templo para que Saga mate-a como o mesmo tentou fazer há treze anos. Atena tira sua própria vida e vai para o Mundo dos Mortos, e lá se encontra com Shaka, que já estava à sua espera.

Inferno

Já no mundo dos mortos, Shaka acompanha Atena em sua busca por Hades e os dois enfrentam uma série de obstáculos. Após algum tempo, Shaka chega a Giudecca e encontra a alma de Hades possuindo o corpo de Shun e diz que irá mata-lo. Quando Shaka estava prestes a atacar Hades, Atena surge e pede para que Shaka espere e que não toque em Hades, pois ele só feriria o corpo de Shun e não a alma de Hades.

Atena se oferece em sacrifício à Hades para que o Grande Eclipse seja detido. Hades aceita tal oferta, e entrega a lança de Pandora à Shaka, ordenando-lhe que mate a Deusa. O Cavaleiro de Virgem não se contém, e arremessa a lança contra Hades. Atena detêm o ataque, mas Hades não se conforma e tenta cravar a lança em Shaka, mas Saori segura a lança e o impede. O sangue da Deusa escorre pelo cabo, e ao entrar em contato com o corpo de Shun, acorda a alma do Cavaleiro que expulsa o Deus de seu corpo. Seiya chega a Giudecca e encontra Shun caído. Ao seguirem pelo corredor, encontram Shaka diante do Muro das Lamentações. O Cavaleiro de Ouro explica que aquele muro é impenetrável e indestrutível, e só os Deuses podem atravessá-lo. Hades cruzou o muro, e Atena o seguiu.

Seiya decide se sacrificar para destruir o Muro das Lamentações, mas é impedido por Shaka, que avisa que só a luz do sol pode destruí-lo. O Cavaleiro de Ouro decide se sacrificar no lugar de Seiya, mas é impedido por Dohko, que chegara acompanhado de Mu, Milo e Aiolia recém libertos do Inferno de Cócito.

Shaka une o seu cosmo com o dos outros Cavaleiros de Ouro

Dohko explica que as constelações zodiacais se localizam na eclíptica, e por isso são banhadas pelo sol desde tempos mitológicos. Ele então entrega as Armas de Libra e junto com os demais Cavaleiros de Ouro (Shaka, Aiolia, Mu e Milo) investe contra o muro. As Armas de Libra atingem o muro e retornam atingindo os Cavaleiros de Ouro. O muro continua intacto.[6] De repente, aparecem as Armaduras de Ouro de Touro, Câncer, Sagitário, Capricórnio, Aquário, Peixes e pouco tempo depois, a Armadura de Gêmeos. As Armaduras de Ouro brilham em conjunto e os 7 Cavaleiros de Ouro mortos, ressurgem. Os doze Cavaleiros de Ouro juntam seus cosmos na Flecha de Aiolos, recriam uma pequena parcela da luz do sol e finalmente abrem um buraco no Muro das Lamentações.

Next Dimension

Projeção de Shaka aparece através da Armadura de Andrômeda

Quando Shun e Tenma entram na Casa de Virgem, eles ativam a barreira de ilusão que protege a casa e são atacados pelo “Silêncio Absoluto” do pensamento residual de Shijima. No momento que suas almas seriam destruídas pela meditação do Cavaleiro de Ouro, eles sentem uma outra cosmo energia que desfaz o ataque.

Shijima vs Shaka

Ao olharem para trás, surge o pensamento residual de Shaka, que também está em posição de meditação, isso porque após a revolta de Saga, a Armadura de Andrômeda foi banhada com o sangue de Shaka, e ao adentrar na Casa de Virgem, Shun, inconscientemente, ativou o pensamento do Cavaleiro de Virgem através do DNA de seu sangue.

Após Shijima criar as “4 Portas de Buda”, Tenma impulsivamente tenta adentrar a uma delas, porém Shaka o impede, isso irrita Shijima que ataca os três com seu "Tesouro do Céu", e Shaka também utiliza este golpe no mesmo instante. Shijima diz ser um desaforo Shaka utilizar esta técnica contra ele e libera seu cosmo abrindo sua boca. O som que ecoa se trata de "Ungyo", que simboliza o fim do universo.

Shaka abre seus olhos

Shaka decide abrir os olhos, emanando uma poderosa luz que se trata de "Agyo", que simboliza o nascimento do universo. Shun então interrompe o equilíbrio dos golpes de Shaka e Shijima, caindo logo em seguida, junto com Tenma, no espaço do Ying e Yang.

Shaka voltando ao Nirvana

Shaka então pede para que Shijima salve Shun e Tenma e também que ele deixe os dois Cavaleiros de Bronze passarem pela Casa de Virgem. Shijima aceita o pedido de Shaka, mas antes pergunta o porquê de ele ter ajudado tanto os Cavaleiros de Bronze. Shaka responde dizendo que Shun herdará a Armadura de Virgem. Shijima então entende que três gerações de Cavaleiros de Virgem estão naquele local e se despede de Shaka, que faz o mesmo, voltando ao Nirvana. Shijima no salão do Grande Mestre, diz que Shaka, pode ter sido o Cavaleiro de Virgem mais poderoso que já existiu e que sem dúvidas, ele é o homem mais próximo de Deus.

Outras Aparições

Filmes

Os Guerreiros do Armageddon

Shaka é derrotado pelos Anjos da Morte.

Durante uma noite de céu limpo, os Anjos da Morte, servos de Lúcifer, invadem o Santuário de Atena, atravessando as Doze Casas. Shaka é derrotado pelos invasores, assim como Mu, Aldebaran, Aiolia e Milo. Ele reaparece no final, doando seu Cosmo para Seiya que veste a Armadura de Sagitário e salva Atena.

Prólogo do Céu

A alma de Shaka é selada pelos deuses.

No quinto filme, em um lugar de sombras, Shaka, junto a outros Cavaleiros de Ouro, tem suas almas seladas como castigo por terem se rebelado contra os Deuses, podendo somente observar a batalha dos Cavaleiros de Bronze contra Ártemis e Apolo.

Habilidades de Luta

Shaka é o Cavaleiro que possui o maior cosmo entre os Cavaleiros de Atena, seu título como "O Homem Mais Próximo de Deus" abrange tanto seu grau de luminosidade quanto o poder considerado aproximado dos deuses, como são referenciados nos diálogos de Shina, Aiolia e Dohko, além de reforçados na Enciclopédia Oficial.[7] Todos os seus golpes possuem um poder destrutivo fora do comum.[8]

Ao manter os olhos fechados e privando-se da visão, pode elevar seu cosmo mais que o normal que os cavaleiros de Atena. Quando Shaka abre seus olhos, o cosmo acumulado com a privação do sentido da visão, “explode” para fora de uma vez só podendo fortalecer seus golpes e suas defesas, ou suprimir o cosmo de outros. Ele também emana uma poderosa luz que se trata de “Agyo”, que simboliza o nascimento do universo, quando abre seus olhos. Além disso, Shaka é capaz de lançar alguns oponentes a uma distância considerável sem se mover e de parar certos ataques facilmente, através da pressão do ar ou usando sua telecinese, assim como fez com os ataques de Shiryu e Shun.

Shaka pode criar um lago de sangue, com apenas algumas gotas do seu sangue. Shaka é capaz de superar ilusões de certos indivíduos, pois quando é atacado por uma habilidade que projeta ilusões, ele é capaz de fazer com que o autor do ataque seja vítima da própria ilusão como no caso de sua batalha com Ikki.

É capaz de sair facilmente de qualquer dimensão por conta própria por sua capacidade de teletransporte e o uso de seu grande cosmo, no entanto, sua habilidade tem um limite desconhecido, por exemplo, não sendo capaz de tirar a si mesmo e Ikki de uma dimensão desconhecida, necessitando de Mu para traze-los de volta. Além disso, Shaka é capaz de liberar um cosmo poderoso e ainda assim, esconder sua identidade. Após confrontar Shaka, Shijima diz que provavelmente, Shaka é o mais poderoso de todas as gerações de Virgem desde a era mitológica e que sem dúvidas, Shaka é o homem mais próximo de Deus.

Shaka tem um Cosmo tão poderoso que é capaz de fazer frente até mesmo ao poder de uma Deusa, como visto na Batalha das Doze Casas, quando ele bloqueia o Cosmo de Saori, impedindo-a de intervir na luta de Ikki de Fênix contra Shiva e Ágora na Ilha Kanon (embora Atena finalmente conseguisse ser forte o suficiente para repeli-lo, quebrando sua concentração).[9]. Porém isso só ocorre no Anime.

Capacidades

  • Domínio do Cosmo: Como um Cavaleiro, Shaka utiliza o cosmo como sua fonte de energia e por ser da patente de Ouro, ele possui um controle ainda mais refinado que os Cavaleiros de Bronze e Prata.
  • Domínio do Sétimo Sentido: Como um Cavaleiro de Ouro, Shaka possui o domínio completo do cosmo, que lhe dá força e habilidades superiores às dos Cavaleiros de Prata e Bronze, além da habilidade de atacar e se mover na velocidade da luz.
  • Arayashiki: Shaka pode manter perfeitamente seu estado animado e racional após a morte, demonstrando poder sobre o oitavo sentido. Além disso, Shaka é o primeiro Cavaleiro, canonicamente, a despertar o oitavo sentido.
  • Manipulação de Memória: Shaka é capaz de apagar a memória de seus oponentes.
  • Levitação: Quando está meditando, Shaka demonstra ser capaz de levitar.
  • Manipulação de Ilusões: Shaka é capaz de criar e manipular poderosas ilusões capazes de enganar facilmente até mesmo os Cavaleiros de Ouro. Ele é capaz de criar um labirinto com suas ilusões semelhante ao Labirinto da Casa de Gêmeos. O Labirinto ilusório de Shaka foi capaz de enganar Saga, Camus e Shura, fazendo-os acreditar que estavam correndo por horas na Casa de Câncer. As ilusões de Shaka só desaparecerão se Shaka for eliminado.
  • Projeção Astral: Através do seu DNA na Armadura de Andrômeda, Shaka foi capaz de sair do Nirvana, atravessar o tempo-espaço de mais de 200 anos, projetar sua imagem na Casa de Virgem do século XVIII e enfrentar a projeção do Cavaleiro de Virgem, Shijima.

Técnicas Secretas

Ohm.gif

Ohm

Kahn.gif

Kahn

Rendição Divina.gif

Rendição Divina

Ciclo das Seis Existências.gif

Ciclo das Seis Existências

Shaka -Tempô Rin In.gif

Círculo de Transferência

Invocação dos Espíritos Malignos.gif

Invocação dos Espíritos Malignos

Tesouro do Céu.gif

Tesouro do Céu

Patentes

Cavaleiro de Ouro de Virgem
Antecessor
Shijima
Sucessor
-

Curiosidades

O nascimento e o fim do universo formado por Shaka e Shijima.

  • Quando Shijima abriu a boca e utilizou o "Ungyo", Shaka abriu seus olhos e utilizou o "Agyo" e assim, os dois formaram o nascimento e o fim do universo.
  • Shaka foi o único Cavaleiro de Ouro sem nenhum diálogo na Saga de Poseidon no anime. No mangá ficou subentendido que Shaka foi o único dos cavaleiros ali presentes que entendeu os reais motivos da proibição ordenada pelo Mestre Ancião de que eles não deveriam ajudar os cavaleiros de bronze no Templo Submarino.
  • Foi o primeiro personagem a despertar o oitavo sentido (sendo impossível saber se Orphée de Lira despertou o oitavo sentido ou obteve permissão especial de Hades para viver no Submundo).
  • Shaka, na dublagem da Gota Mágica, é chamado "o homem mais próximo do Grande Mestre". Já no mangá e posterior redublagem do anime, ele é considerado "o homem mais próximo de deus" (seu título oficial).
  • Segundo estabelecido no original, e reforçado pela Enciclopédia Oficial, é dito que Shaka possui o maior Cosmo entre os Cavaleiros de Atena.
  • Também estabelecido na obra original, e reforçado pela Enciclopédia Oficial, Shaka é considerado a reencarnação de Buda.
  • No anime, Shaka mostra a habilidade de levitar, algo que não é visto no mangá.

Shaka explica a Ikki porque não se opõe ao Grande Mestre.

  • Segundo Shaka explica a Ikki, o mesmo não se opõe ao Grande Mestre porque enxergava unicamente a natureza bondosa (do cavaleiro de gêmeos). Quando Saga se revela a todo Santuário, ele se surpreende pois considerava o Cavaleiro de Gêmeos desaparecido. A obra estabeleceu que Shaka possui o dom de ler a natureza da alma dos indivíduos e, como a natureza de Saga era a bondade, seu dom acabou por esconder do cavaleiro de virgem o lado maligno de Saga (Lemur).
  • A primeira oportunidade que Shaka usufrui deste dom ocorre somente no mangá, no primeiro encontro entre Ikki e Shaka na Ilha da Rainha da Morte. Na ocasião Shaka fora enviado para lá para eliminar Jango e os cavaleiros negros, mas fora desafiado por Ikki. Shaka menciona que Ikki já estaria morto se ele quisesse - se tivesse visto maldade em seus olhos - e que Ikki age com atitudes questionáveis para mascarar seu senso de justiça em seu coração.
  • Outra oportunidade em que Shaka usufruiu deste dom pôde ser vista na casa de virgem durante a saga de Hades-Santuário, onde as reais intenções de Saga, Shura e Camus ficaram-lhe transparente, e por isso tomou a decisão de testá-los enquanto objetivava a morte (uso do Arayashiki).
  • Enquanto no mangá Shaka resiste aos ataques combinados de Saga, Shura e Camus, no anime Shaka precisou momentaneamente abrir os olhos para resistir.
  • No anime, Shaka é capaz de evitar os ataques combinados de Shura e Camus, ao passo que no mangá Shaka acaba tendo o joelho direito congelado momentaneamente por Camus.

Referências

  1. Saint Seiya Mangá: Volume 21, Capítulo 76
  2. Saint Seiya Mangá: Volume 5, Capítulo 18
  3. Saint Seiya Mangá: Volume 5, Capítulo 18
  4. Saint Seiya Mangá: Volume 5, Capítulo 18
  5. Anime Os Cavaleiros do Zodíaco - Episódio 54
  6. Saint Seiya Mangá: Volume 26, Capítulo 97
  7. Enciclopédia Oficial
  8. Enciclopédia Oficial
  9. Episódio 55

Navegação

Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados
Advertisement